Skip to content

New York invadida pelos brasileiros

26/11/2009

Desde domingo, estou em New York, para uns dias de férias. A cidade, onde todas as pessoas são aceitas com naturalidade em todos os lugares, está fervilhando como sempre, e foi incrivelmente invadida por brasileiros. Tem momentos que você parece ouvir mais pessoas falando português do que falando inglês. A impressão que tenho é que todos os brasileiros decidiram vir para cá. É até engraçado, pois você está numa loja, por exemplo, comprando alguma coisa e alguém vira-se e diz que encontrou a mesma coisa mais barata em outro lugar, outra pergunta aonde você comprou algo que está vestindo, outra dá palpite sobre o que você está experimentando ou pedindo para comer.

É uma coisa muito divertida, observar um grupo discutindo um tema qualquer, falando mal ou bem de algo ou de alguém, sem saber que pode ser entendido por alguém sentado ao seu lado. Mais divertido ainda é quando você fala português e a pessoa se dá conta de que pode ter dito alguma bobagem… Nunca, antes dessa vez, eu havia encontrado tantos brasileiros passeando em uma cidade grande como New York. Acho que isso é uma prova de que o povo brasileiro está viajando mais e aprendendo sobre outras culturas o que é muito bom e uma maneira muito adequada de ampliar os horizontes culturais de uma boa parte da população. Todos nós ganhamos com isso.

Terça-feira, no restaurante no qual jantamos, ao nosso lado estava uma família brasileira. Eles olhavam para nós querendo conversar, eu acho, sorrindo, uma coisa meio cúmplice, dizendo: ei, somos brasileiros,  curtindo uma cidade diferente, enorme e fantástica, não nos conhecemos mas é como se fôssemos amigos… Em contraste com a rudeza seca dos novaiorquinos, essas manifestações de simpatia e camaradagem aquecem os ambientes, alegram as ruas e lojas, uma beleza.

O mais legal disso tudo é que notei que os brasileiros estão muito mais bem educados, elegantes. Não andam mais apontando suas filmadoras para tudo e todos, seus tênis brancos e suas mochilas cheias e desajeitadas como há uns anos atrás. Eles não gritam mais no meio da rua ou no meio da loja. Parece que aprenderam que são parte de um país que está em um momento muito bom, reconhecido pelo mundo todo como em uma posição destacada frente àqueles que sempre foram os líderes mundiais. Fiquei agradavelmente surpresa, feliz até de perceber que não somos mais percebidos como um povo de segunda classe.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. fabiola pereira permalink
    30/11/2009 22:02

    Maria do Carmo
    gostei como vc colocou de forma simples como eh divertido e por vezes simpatico mesmo a gente encontrar outros compatriotas froa de nosso pais.Moro aqui a 10 anos, e qdo vou a alguma cidade turistica ou atracao (como a Disneyworld) sao as minhas filhas pequenas que ficam me falando dos brasileiros ao nosso redor,mesmo tendo nascido aqui elas amam o Brasil.concordo que os brasileiros estao mais educados sim, e isso eh otimo mesmo. Adorei sua entrevista com a Marilia,assiti hj pela Globo Intern. e foi assim que fiquei sabendo de seu trabalho.Parabens!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: