Skip to content

Executivas e Chiques e o Thanksgiving Day

27/11/2009

Estando em New York na última quinta-feira de novembro, é impossível ignorar o Thanksgiving Day. É uma data cujo significado original era de um festival de colheita. Nós, brasileiros, que temos o privilégio de ter nascido num país sem um inverno rigoroso, não temos como compreender o significado de um dia como esse. Somente um povo que tinha que preparar-se, guardando os produtos da colheita feita no final do outono para ter o que comer nos meses seguintes consegue entender e ter uma comemoração como esta.

Para eles, o Thanksgiving é, até hoje, um dia de agradecer pela “colheita” do ano, pelo resultado de seus esforços. É um dia de gratidão para com tudo e todos. A tradição se iniciou em 1621, em uma fazenda em Plymouth e até hoje seus eventos  envolvem desde o cidadão mais comum até o Presidente. É um feriado tão ou mais importante que o Natal e as empresas e até as lojas não trabalham (com algumas pequenas exceções).

Aqui em New York, o dia comeca com a Macy’s Parade, um desfile de carros alegóricos e grandes balões que trava uma boa parte da ilha de Manhathan, dificultando a passagem entre o lado leste e oeste da ilha. A tradição foi iniciada em 1924 e o desfile dura três horas, entre 9 e 12 horas. Muita gente vem acompanhar o desfile e as ruas são fechadas ao trânsito até o meio da tarde.

O Jantar de Thanksgiving é uma reunião de membros da família e amigos. O menu inclui comidas muito características que remetem aos tempos duros dos colonos que fizeram a América. O peru assado é a estrela da mesa, com um recheio (stuffing ou dressing) feito de croûtons com muitos temperos, legumes, frutas secas, linguiça e até bacon. O acompanhamento natural é batata, inteira ou em purê e as batatas doces são mais tradicionais ainda, regadas com suco ou molho e com marshmallows por cima. Ainda tem outros molhos tradicionais, feitos de miúdos ou de cranberries, que é uma frutinha azeda daqui. A sobremesa é  torta de abóbora temperada com cravo, canela e gengibre.

Muitos restaurantes que ficam abertos nesse feriado (afinal, apesar da importância e de ser uma festa familiar, estamos em New York, a melhor cidade para fazer compras e turismo do mundo) servem o menu tradicional da festa ou um menu fixo, com algumas variações do tema. O ponto em comum é a quantidade de comida que é muita.

A tarde estava linda, com um sol morno, que iluminava os prédios, fazendo as janelas e frisos brilhar, ressaltando uma das melhores coisas de New York que é os inúmeros detalhes de seus prédios. Fizemos o programa de Thanksgiving completo, assistindo à Macy’s Parade, passeando pelas avenidas, olhando o Empire State, jantando um menu tradicional e agradecendo aos Céus pelas boas coisas que o ano de 2009 nos trouxe. Fiquei muito feliz de aprender mais sobre a data para partilhar com vocês essas informações que, de alguma maneira, poderão ser úteis ou agradáveis para as executivas e chiques que me acompanham. Happy Thanksgiving para todas!

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. 28/11/2009 6:47

    Parabéns pelo blog.Adorei as dicas, especialmente as do lenço. Nos conhecemos no curso da SBCoaching.
    abraços

  2. Cléo permalink
    12/03/2010 14:01

    Adorei sua entrevista na TV e fui correndo conhecer seu site.
    Valeu as dicas!

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      15/03/2010 16:06

      Que bom que você viu a entrevista e nos visitou. Não deixe de ver regularmente nossos posts porque procuramos manter os assuntos em discussão permanente. Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: