Skip to content

Viagens a trabalho: mostre sua elegância já no avião

04/03/2010

Nesta quarta-feira pela manhã, bem cedo, fui entrevistada pelo Programa Elas e Lucros, da Rádio Brasil 2000, em 107,3 FM. Entre as perguntas que os apresentadores Andrea Assef e Marcelo Andreazza me fizeram, uma foi sobre comportamento em viagens de trabalho.

Viagens a trabalho podem trazer momentos delicados se você não souber lidar direito. Se a pessoa está fora do seu ambiente normal, duas situações podem acontecer: ou ela se sente intimidada e se retrai ou pensa que pode fazer qualquer coisa, agir de qualquer maneira. Lamento informar, mas esse continua sendo um ambiente de trabalho, portanto, preste atenção a suas atitudes. Você está sob observação de seus colegas, chefes ou subordinados.

Se a viagem intimidá-lo, faça o possível para se imaginar num ambiente conhecido. Se precisar, peça ajuda a algum colega mais experiente. Ninguém perde ponto ao pedir ajuda, a menos que você peça a um inimigo que pode prejudicá-lo. No geral, os superiores tendem a ser mais cooperativos nessas ocasiões, portanto, se você estiver com seu chefe, dê preferência a pedir ajuda a ele.

No segundo caso, tome cuidado em não agir como se estivesse em férias. Você até poderá ter momentos livres e descontraídos, mas sempre fora da programação do evento. Nesse, comporte-se com a elegância e discrição que você usa no escritório.

Se a viagem for de avião, não entre na paranóia que parece tomar conta de todos nessas situações. Você vai ter de enfrentar filas, lidar com atrasos e passar horas em um compartimento fechado e apertado com um monte de gente. Será preciso administrar essa  realidade, pois  não há nada que se possa fazer para evitá-la. Mas você pode colaborar para tornar as coisas mais agradáveis.

Atropelar alguém na fila de embarque não vai fazer você chegar mais cedo a seu destino. Seu lugar está marcado, então tenha calma! Espere a sua vez, seja gentil com pessoas mais velhas ou com alguma dificuldade, deixe as mães com suas crianças passarem na frente.

Não leve uma sacola de mão muito grande, vai ser difícil acomodá-la no bagageiro do avião. E se você embarcar depois de seus vizinhos de poltrona e não encontrar lugar exatamente acima do seu assento para a bagagem, escolha outro bagageiro. Sua sacola de mão não vai sair do avião andando sozinha e dificilmente alguém terá a coragem de roubá-la num ambiente tão fechado. Tire aquelas coisas que você poderá precisar durante a viagem e deixe na sua bolsa de mão ou no bolso da poltrona à sua frente. Será muito difícil se você tiver que ficar tirando e devolvendo a sacola ao bagageiro para pegar uma coisa ou outra.

Cuidado para não esparramar-se na poltrona do vizinho, não dando oportunidade para que ele possa descansar o braço.  Saiba que aquele descanso estreitinho deve ser partilhado pelos ocupantes das duas poltronas. Não troque de lugar antes que o avião estaeja fechado e, mesmo nesse caso, peca ajuda a um dos comissários.

Algumas pessoas não gostam de conversar durante a viagem, ou estão num momento de introspecção e querem concentrar-se em seus próprios pensamentos. Respeite. Nem pense em falar o tempo todo, fazer perguntas, especialmente pessoais, seja discreto.

Ligar seu notebook sem verificar se não está atrapalhando o sono de alguém, ficar chamando a comissária a toda a hora são atitudes de quem não está acostumado a viajar e não tem traquejo suficiente para tal. Ficar conversando no corredor com seus colegas, levantar-se antes de obter autorização e não seguir as recomendações da tripulação também é uma atitude deselegante, além de perigosa.

Enfim, pequenas atitudes de respeito ao próximo e de discrição farão de você uma ótima companhia de viagem e provarão que você é uma pessoa elegante e preparada.

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. Erika permalink
    05/03/2010 0:00

    Concordo!
    Semana passada eu estava no avião, voltando de uma viagem à trabalho em Paris. Um moço alto, bem apanhado sentou na poltrona logo ao lado do corredor de onde eu estava sentada. Primeira impressão nada mal, mas aí… ele começou a beber um copo de vinho atrás do outro. Quando estava BEM bebado, resolveu puxar papo comigo, e ainda me pergunta se tem alguma vaga para ele na empresa onde trabalho… pode!? Se ele tivesse se portado direito, eu provavelmente até teria pego suas coordenadas para passar para o RH, mas da forma que ele se portou perdeu uma grande oportunidade de uma possível proposta de emprego…

    Para me livrar dele, fiquei com meus olhos vidrados na tela do meu notebook até ele se ligar que eu estava trabalhando e muito ocupada. 🙂

  2. Alberto Moreno permalink
    19/06/2010 17:08

    Desculpem-me pela forma como vou me expressar, mas nao aguento mais os passageiros cretinos que reclinam as poltronas ao maximo, nao deixando espaço para o passageiro da poltrona de trás ler uma revista, ou comer um lanche. Avião e hotel são coisas diferentes, deixe para se deitar na cama do hotel.

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      20/06/2010 23:43

      Alberto

      Você tem razão, muitas pessoas parecem não perceber que não estão sozinhas no mundo. Não sabem conviver em harmonia com os outros e não percebem uma verdade fundamental: que seu direito é limitado pelo direito do outro. Normalmente, quando fico muito incomodada, peço gentilmente que me permitam comer ou ler. Logicamente corro o risco de reeber uma resposta grosseira e ter que deixar para lá. Algumas vezes, porém, a pessoa percebe que está ultrapassando o limite e me atende. Experimente, mas lembre-se que não há garantia de sucesso. Abraços e boa sorte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: