E o zíper virou objeto fashion…

Um zíper (que algumas pessoas no Brasil ainda chamam de fecho ecler – do francês éclair que se refere ao nome da empresa dona da marca, Éclair Prestil) é um fecho de correr, utilizado em roupas e artefatos de couro, feito de dois cadarços com dentes metálicos, com um cursor (ou dois, um acima e outro abaixo) que faz eles se encaixarem.

O primeiro zíper, ainda precário, com ganchos, foi inventado nos Estados Unidos ao final do século XIX, mas apenas em 1913 um sueco, trabalhando nos Estados Unidos, desenvolveu a ideia e produziu um fecho semelhante, usando dentes de metal. No início, esse tipo de fecho era usado para bolsinhas que guardavam tabaco e dinheiro até que a Marinha Americana começou a usar nos seus casacos. Na moda, o zíper só apareceu na década de 30 e vem sendo sempre usado para fechamento de roupas e acessários. (fonte: wikipédia.org)

Desde o último inverno, porém, o zíper começou a aparecer, mas nesse – 2010  – ele deixou de lado uma atitude tímida, de ser apenas uma pecinha apagada das produções de moda e apareceu. Vemos zíperes em enfeites de cabelo, em bolsas, sapatos, roupas, cintos. E não pensem que ele está aí para cumprir seu papel utilitário. Ele é parte do design, enfeita as peças e aparece como estrela em produções audaciosas.

Encontramos zíperes nos mais diversos formatos e materiais. Eles são mais pesados, têm acabamentos variados, de metal, plástico e couro. Soube que a YKK, uma tradicional fabricante de zíperes fez um zíper de garrafa pet reciclada. Não vi, mas fiquei curiosa.

Na Vogue de maio, vi um cinto da Isabela Giobbi, que é apenas a parte metálica de um zíper, e a fivela é um cursor , uma coisa inusitada, diferente e com um jeito muito moderno. Também vi um chapéu com uma “flor” cujas pétalas são metades de zíper, uma coisa linda! Não sei quem é o fabricante, mas adorei. Outras peças com zíper aparecem em diversas revistas de moda, coisas interessantes e bonitas.

Bem, o único cuidado que precisamos ter ao adotar a tendência é fugir do exagero. Não fica bacana cobrir-se de peças com zíperes só porque está na moda. Use com parcimônia, uma peça só combinada a outras com poucos detalhes vai ser um sucesso!

Anúncios

Autor: Maria do Carmo Marini

Sou otimista e alegre e acredito que o mundo tem potenciais inexplorados e fascinantes a serem descobertos. Tenho um filho maravilhoso e dois netos inteligentes e lindos. Considero a família – irmãos e irmãs – meu porto seguro. Sou curiosa e apaixonada pela vida, tenho interesse em aprender sempre, adoro gente inteligente e elegante. Amo estudar, saber de coisas novas sempre, adoro viajar, ler, encontrar os amigos para compartilhar boa comida e boa bebida. Busco sempre saber sobre o que acontece no mundo, me encanto com arte, moda e cinema. Estou sempre disposta a compartilhar experiências, conhecimentos e estórias. Sou Engenheira Elétrica, vivendo uma nova experiência profissional como Consultora de Carreira e venho trabalhando com Desenvolvimento de Pessoas nos últimos 10 anos. Tenho especialização em Comunicação Corporativa pela FGV, Coaching Pessoal e Profissional pelo IBC e pós graduação em Consultoria de Carreira pela FIA-USP. Sou parceira estratégica do Escritório de Carreiras da USP.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s