Skip to content

Um bom discurso convence muita gente…

31/05/2010

Se você pretende ter sucesso na vida, precisa aprender a falar bem, com clareza, bons argumentos, uma linguagem elegante e ampla, enfim um discurso eficiente e eficaz. Em primeiro lugar, saiba sobre o que você está falando. Parece brincadeira? Não é. Dezenas de vezes econtramos pessoas fazendo discursos sobre assuntos dos quais não sabem nada. Fazem um papel ridículo porque são incapazes de confessar que não têm informações sobre o que está sendo comentado. Se você não sabe do que as pessoas ao seu redor estão falando, fique quieto ou peça explicações antes de sair dando palpites tolos.

Falar bem exige também que você tenha um bom conhecimento de gramática, sem que isso signifique que você é capaz de citar de cor as regras para usar crase, por exemplo. Se você souber conjugar verbos direito, esse conhecimento deve estar arraigado em você, mesmo que não saiba as regras. Seu vocabulário pode ser relativamente simples, desde que você não use palavras das quais não sabe o significado para fingir erudição. Ter bom senso vai evitar muitas gafes de linguagem e um tom de voz agradável fará com que as pessoas tenham prazer em ouvi-lo.

Falar errado é feio, mas pior é usar expressões viciadas e repetitivas. Se você já atingiu algum sucesso na vida, não “vai tá fazendo” ou “vai estar agendando”. Jamais! “Vai fazer” ou “fará”, “vai agendar” ou “agendará”. É um jeito aparentemente mais simples, mas correto e elegante, sem que você dê a impressão de tentar “enrolar” porque não está  seguro sobre o que tem a dizer. Esse gerundismo é um vício de linguagem que pegou exatamente entre aquelas pessoas mais simples que acham que, ao  usá-lo,  se tornam  mais sofisticadas e modernas. E, de tanto ouvir, acabamos usando sem dar conta.

“Seje” e “teje” e “menas” são erros tão primários que alguns duvidam que sejam encontrados na vida corporativa. Engano de vocês. Eu mesma já vi presidentes, vice-presidentes e diretores de empresa falando essas barbaridades. Pense um pouquinho e você se lembrará de alguém falando essas besteiras.

Enfim, posso ficar aqui escrevendo sobre dezenas de foras gramaticais que se ouvem por aí, mas acho que você pode detectá-los ao seu redor. Preste atenção para não cair na armadilha de cometer esses erros, porque perderá a efetividade de seu discurso e, com isso, poderá perder também a oportunidade de mostrar sua capacidade.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: