Skip to content

É melhor mais? Ou menos?

22/09/2010

Mais de uma vez me perguntaram e eu mesma tive essa dúvida em diversas ocasiões: é melhor estar mais arrumada do que o resto das pessoas ou o contrário? Outro dia mesmo, na palestra que fiz no Encontro Anual de Secretárias do Brasil, uma jovem que trocou de emprego e foi trabalhar numa empresa mais informal levantou a questão. Ela trouxe com ela o padrão da empresa anterior, mas na nova isso parecia excessivo e estava difícil a adaptação.

Bem, pessoalmente eu sempre preferi estar mais arrumada do que menos. Seja num evento, seja no escritório, seja em qualquer ambiente em que você é notada, é preferível destacar-se como aquela mais chique do que como a mais desleixada. Sabe como é, imagem produz reflexos na avaliação da qualidade do trabalho que você poderá entregar. A imagem de bem cuidada passa a impressão de que você cuida do seu trabalho com o mesmo esmero. Já a de desleixada, bem…

Claro que, se você vai trabalhar no chão de fábrica ou numa obra, não vai aparecer para trabalhar com um salto 15, um vestido de seda ou algum exagero evidente (aliás, esses não combinam nem com escritório). Parto do princípio que você sabe o que é adequado para o tipo de trabalho que vai exercer. Esse é um dos princípios básicos do ser elegante: usar a roupa certa para cada ocasião. Recomendo apenas que, dentro desse princípio, você não abra mão do seu padrão para contentar pessoas que não tiveram ainda a oportunidade de aprender a lidar com a imagem de forma mais conveniente.

Entretanto, sei que o mais difícil quando você se destaca sendo mais bem arrumada, mais bem vestida, mais bem penteada é “segurar a onda” de comentários, olhares e risinhos daquelas que acham que você pode ser esnobe, metida, diferente. Bem, isso só tem jeito com o tempo, depois que você demonstrar que pode ser uma boa colega, cooperativa, leal, eficiente.

Enquanto controi essa imagem e demonstra suas qualidades não vá entrar na onda e se desarrumar, mudar seu estilo só para agradar quem ainda não chegou no seu padrão. Persista! Você vai ver que, daqui a pouco outras seguirão seu exemplo, serão mais cuidadosas, algumas até virão pedir-lhe palpites. E você terá a satisfação de ter contrbuído decisivamente para melhorar a imagem inclusive da sua empresa.

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. Juliana Parri permalink
    22/09/2010 18:36

    Perfeito! Como sempre! Bjs, Ju

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      23/09/2010 9:27

      Você, sempre gentil e linda. Beijos

  2. Mara Ellern permalink
    23/09/2010 6:03

    Adorei ! E espero que seja bom também para todos refletirem sobre como nos comportamos com aqueles que não estão “adequados” ao ambiente, seja para mais ou para menos. Talvez todos e, principalmente as empresas, ganhariam muito mais se simplesmente se todos se olhassem nos olhos e conversassem com transparencia e dignidade, independentemente da imagem externa. Mas creio que seria imaginar uma nova ordem mundial.

    Normalmente, eu peco por estar na linha do “menos”… e sei que os olhares reprovadores podem ser ainda mais cruéis que aqueles que são recebidos por aqueles na linha do “mais”.

    Muitas vezes fui chamada á reunioes com a presidencia/ diretoria às pressas e me atrapalhava toda. Desviava parte de minha concentração pensando se andaria nas pontas dos pés para parecer que estava de salto, ou se colocaria a camiseta por dentro ou fora da calça quando queria mesmo é colocá-la sobre a cabeça. Por sorte tive a oportunidade de trabalhar com presidentes e diretores da alta direção que eram elegantes e humanos demais para se preocuparem com isso. Porém isto não é comum no middle management.

    Quando se está super produzida para o ambiente podemos mais facilmente nos adequar ao ambiente mais informal com um sorriso largo e amistoso. Ou com uma postura corporal mais relaxada e informal, sem perder a elegância.

    Já o inverso…é muito dificil. Mas fica uma pergunta … Como estar no ponto adequado e principalmente elegante após uma viagem de 5 ou mais horas de classe econômica ? Alguma dica ??

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      23/09/2010 9:26

      Mara,

      Mais importante do que tudo, é a pessoa sentir-se confortável com ela mesma. Se você peca por “menos” a maneira mais adequada de não deixar “colar” em você a pecha de desleixada com o trabalho é mostrando a todos os melhores resultados. Aparência é apenas um item da imagem, não esqueça. Para mim, que a conheço, é muito fácil dar esse conselho porque foi o que sempre a vi fazer: preocupar-se menos com a aparência e mais com a excelência. Essa fórmula lhe dá confiança em você mesma, sem dúvida. Beijos

      PS: Mas um sutiã com ferrinho é tudo de bom, né?

  3. Arnaldo Jubelini Junior permalink
    27/09/2010 10:25

    Artigo fantástico. Leitura fácil, arejada, de fácil apreensão. Carmo vai se superando, se é que isso ainda seja possível. Sou fã dela e do site. Como diriam os romanos, “a virtude está no meio-termo”. Nem por isso devemos sacrificar o requinte pela conveniência…

    Arnaldo

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      27/09/2010 11:42

      Querido Arnaldo, adorei seu comentário e adorei principalmente o fato de você ser um fiel leitor de minhas manifestações. Qualquer dia desses, meu texto terá a qualidade dos seus. Um grande beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: