Skip to content

O céu e o inferno do Home Office

16/05/2011

Cada dia mais eu vejo as pessoas escolherem trabalhar em suas próprias casas. Se moram em São Paulo, então, isso se parece muito com o céu. Imagina não ter que enfrentar o trânsito cada vez mais caótico da cidade, não ter que pagar o aluguel de um escritório e o salário de alguém para recepcionar pessoas e atender ao telefone, outra pessoa para limpar, fazer café ou outras pequenas tarefas do dia-a-dia? Pensar nisso traz imediatamente a certeza de que não existe uma melhor escolha.

Muito bem, parece ser uma solução perfeita, mas antes de decidir por trilhar esse caminho, é necessário colocar em uma balança os prós e os contras dessa situação. Pensou que só existiam prós? Engano, pois existem os contras. É preciso avaliar com cuidado, veja o que está logo ali esperando.

O inferno começa quando você não tem disciplina suficiente para definir e respeitar um horário para iniciar e outro para terminar seu dia de trabalho. Você tem que deixar a casa de lado enquanto está “no escritório” exatamente como o fazia ao trabalhar numa empresa. Da mesma forma, tem que “largar o serviço” num horário que não invada sua vida familiar. Claro que algumas exceções sempre podem acontecer, você ter que terminar uma tarefa à noite, depois do jantar, mas cuidado para não fazer disso uma regra.

Ter disciplina suficiente para não se dispersar é fundamental. Não dá para ir à cozinha tomar ou fazer um café a toda hora ou arrumar uma gaveta “para descansar a cabeça” ou servir um sorvete no meio da tarde. Além de perder o foco no que você está fazendo, vai ficar gordo. Não dá, certo? Se você decidir fazer trocas entre horário de trabalho e horário de lazer, trate de cumprir, ou seja, saiu para ir ao cinema na sexta à tarde e deixou para trabalhar à noite, faça exatamente isso, sob o risco de começar a tratar seu trabalho com menos compromisso.
Seu espaço de trabalho deve ser definido, especialmente se você tem crianças e bichos em casa. Mesmo que seja um cantinho, deve ser só seu e suas coisas devem ficar guardadas nele. Nada de deixar seus papeis e relatórios rodando pela casa. Se o cachorro comer, não vai ter aquela professora compreensiva do tempo da escola para a qual você pede mais uma chance.
Ter uma secretária eletrônica é fundamental para atender às chamadas quando você não está disponível. Se puder, deixe um número apenas para o seu trabalho, separado do telefone da família. Se for possível contratar um serviço de detecção de chamada, isso pode ajudá-lo a não perder tempo com chamadas irrelevantes. Explique às pessoas que vivem com você que o telefone do escritório é para seu uso no trabalho. Elas não precisam atender e não devem usar para falar com o namorado ou a comadre.
É bom preparar quem está em casa para atender ao telefone, se o seu telefone de trabalho for o mesmo que o da família. Explique direitinho como as pessoas que o procuram devem ser tratados e, principalmente, como anotar os recados. Tenha um bloco de papel e uma caneta num lugar fixo para isso. Se você morar num prédio, esses avisos devem incluir porteiros e zelador, especialmente no que se refere a materiais entregues na portaria para você.
Use tudo o que puder das novas tecnologias, elas podem ser muito úteis. As novas linhas digitais permitem navegar na Internet e falar ao telefone simultaneamente. Outra saída é utilizar os serviços das TVs a cabo para plugar o micro na rede. Não esqueça de tomar providências para a segurança de suas informações, pois você pode ficar vulnerável a hackers se não tiver sistemas de proteção.
Não seja bobo de comprar um computador porque é bonito ou está na moda. Veja um que lhe sirva e que você seja capaz de operar. Especialmente se você passou dos 50, normalmente precisa de ajuda em algumas tarefas e seus filhos odeiam quando você lhes pede, mesmo que sejam pequenas explicações que eles estão carecas de saber. Não esqueça que aquele serviço de suporte 24 horas que você tinha na empresa em que trabalhava não existe mais no seu escritório em casa, a menos que esteja disposto a pagar um bom dinheiro.
Avalie bem se você precisa de outros equipamentos como impressoras, fax ou scanners. Muitas vezes a falta desses equipamentos produz muitas encrencas e stress, tirando sua energia, que poderia estar sendo usada em produzir aqueles projetos brilhantes que você é capaz.
Trabalhar de pijama, com barba por fazer ou cabelo sem pentear só vai fazer com que você se sinta relaxado e esse não é o estado de espírito ideal para quem pretende ser produtivo. Não improvise cadeira e mesa, arquivos e estantes, pois a bagunça pode fazer você se perder entre papeis e, quem sabe, ter que fazer o mesmo trabalho mais de uma vez.
Explique sua rotina para sua família e peça que a respeitem. Se você é mulher, então, nem se fala, explique tudo uma, duas, vinte vezes. Seus filhos não podem pedir que você fique intermediando suas brigas constantemente. Sua empregada tem que saber que não pode entrar no seu escritório a cada cinco minutos para saber o que faz com sua blusa ou seu sapato. Diga a ela para fingir que você não está em casa e resolver do jeito dela. Se ela fizer tudo errado, deixe para chamar a atenção no outro dia antes de começar seu trabalh0. Não é porque você está em casa que sua rotina de trabalho deve mudar.
Bem, você pode ter mais céu do que inferno, se for capaz de realmente “profissionalizar” sua rotina. Se você não conseguir, trate de repensar sua opção. É o que algumas pessoas já estão fazendo…

Anúncios
13 Comentários leave one →
  1. 16/05/2011 21:26

    Muito adequada a matéria. Há anos tenho o que os americanos chamam de SOHO ( Single Officer Home Office) e me sinto uma privilegiada. Algumas coisas colaboram para esse sucesso: moro sozinha, tenho uma funcionária de confiança há anos e toda a infraestrutura eletrônica que pode me ajudar. Mantenho uma rotina que me agrada: acordo, tomo banho, tomo o meu café da manhà, leio o jornal, me arrumo, passo perfume (rsss) e vou para o escritório. Trabalhar de pijamas só mesmo quando “o bicho pega e estou com excesso de trabalho para ontem”. Mas nào é comum.
    Algumas normas aqui em casa:
    1-) Nenhum papel é jogado no lixo que nào seja por mim.
    2-) Caso minha funcionária atenda o telefone, a resposta padrão é:”D. Cynthia está em uma reuniàozinha e liga em seguida, anotando o nome do cliente em seguida” . Eu sempre ligo.
    Enfim, com essas e outras normas simples, realmente ter um escritório em casa é praticamente trabalhar no paraíso.

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      18/05/2011 12:25

      Cynthia, fico encantada com quem consegue disciplinar a si e aos que estão ao redor para trabalhar em casa, porque relamente é o céu. Parabéns!!!

  2. 18/05/2011 8:29

    Olá pessoal.
    Realmente, os desafios do home-office são grandes, mas os ganhos tambem.
    Gostaria de aproveitar o tema para convidar a todo(a)s para conhecer dois projetos que abordam esta temática há…sete anos! Nossa, parece que foi ontem. Vamos lá:

    1. O site http://www.carreirasolo.org traz dicas para estas e outras pedreiras que os profissionais que trabalham em casa encontram pela frente.
    2. o Podcast http://www.falafreela.com.br é o podcast do site e traz entrevistas e muito conteúdo relevante sobre o tema.

    Espero ter contribuído para a discussão!

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      18/05/2011 12:27

      Obrigada pelas dicas Mauro, vou compartilhar seus links no meu Facebook, se você autorizar. Acho que tudo o que nos ajudar a ter uma vida melhor, mais produtiva e menos estressante ajuda também a fazer um mundo melhor. Abraços

  3. Luciana Mendes permalink
    18/05/2011 16:33

    Bom, parabens pelo post! Eu sempre sonhei com home office e esse mês tive a coragem de pedir demissao e tentar pra ver no que dava! Estou adorando! Muito mais feliz e disposta! É tudo de bom! Só que nao sou casada e nem tenho filhos ainda rss mas acho q da pra conciliar sim! Gostei do site do Mauro ai tambem!! muito fera! até twittei hehehe! abracos!

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      21/05/2011 20:53

      Parabéns Luciana, é maravilhoso quando a gente consegue se reinventar, não? Boa sorte, com disciplina você vai ter o céu do home office. Abraços

  4. Nathália Braga permalink
    19/05/2011 12:41

    Oi, Maria do Carmo. Tudo bem?
    Aqui é Nathália, sou repórter da OnLine Editora e estou fazendo uma
    matéria para a revista UMA sobre comportamento no trabalho. O que é
    melhor para a carreira de uma mulher: ser boazinha ou carrasca?

    Li no site da GNT
    (http://gnt.globo.com/mariliagabrielaentrevista/Noticias/Consultora-da-dicas-sobre-o-comportamento-da-mulher-no-trabalho.shtml)
    que você deu uma entrevista sobre o assunto e tem um livro
    escrito sobre isso também. Queria muito entrevistá-la.

    Mandei um e-mail para o endereço claudiareis@claudiareis. com.br e não obtive resposta, por isso estou entrando em contato por aqui. Espero que possamos nos falar. Estou online no email o dia todo.

    Um beijo,
    Obrigada

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      21/05/2011 21:00

      Olá, Natália, que bom falar com você. Desculpe a demora, mas estou em New York esses dias e tenho acessado menos o site e tudo o mais. Sobre sua pergunta, não quero agradar a todos, mas acho que o caminho do meio é a resposta. Ser “boazinha”, quando significa ser tolerante demais com as falhas da equipe ou quando significa sobrecarregar-se com o trabalho dos outros é péssimo. Por outro lado, ser uma carrasca insensível, que não é capaz de relevar uma pequena falha e nem consegue dar a chance de alguém se superar, também é muito ruim. É importante para uma mulher usar suas características femininas positivas de empatia e capacidade de obter o melhor de cada um, pois são elas que farão diferença no mundo competitivo do trabalho.
      Podemos falar muito sobre isso se você quiser. Quer fazer a entrevista ao vivo? Estarei no Brasil a partir do dia 30 e será um enorme prazer conversar com você. Meu email é carmo@executivasechiques.com. Vou aguardar seu contato. Beijos a você também

  5. Carla Regina Pinto permalink
    10/08/2014 19:02

    Oi, trabalhar em home é bem desafiador e dinâmico, requer disciplina sua e de quem está a seu redor. Precisamos ter limites principalmente de horários de início e termino, principalmente saber quando parar e poder fazer uma atividade fisica , familia e cuidar dos afazeres sem ter ficado duas horas no trânsito. Eu entendo que é qualidade de vida quando bem aplicado. Sou bastante rígida com meu home. Um forte abraço

  6. 01/09/2014 12:03

    É isso mesmo Maria do Carmo, tudo tem o seu lado positivo e outro mais desafiador e trabalhar em casa realmente requer disciplina. Uma dica legal são os espaços de co-working para quem quer desenvolver uma carreira solo e também gosta de ver gente, trocar ideias e até fazer novos negócios. Conheci um desses espaços no miolo da Vila Olimpia e deixo a dica aqui pra quem quiser conhecer, se chama Co_labore. E como você pode usar e pagar por hora, de repente pode ser um mix interessante entre o trabalho em casa e um escritório compartilhado. E traz uma dinâmica diferente para a rotina.

    • Maria do Carmo Marini permalink*
      01/09/2014 12:06

      Tem razão, Taís. Os espaços de co-working estão se multiplicando e vindo ao encontro dessa necessidade. Podem ser uma saída muito interessante. Obrigada. Beijos

  7. taisdesouza permalink
    01/09/2014 12:06

    É isso mesmo Maria do Carmo, trabalhar em casa tem o seu lado positivo e também muitos desafios. Uma dica legal são os espaços de co-working para quem quer migrar para um outro momento na carreira. São espaços muito bacanas e pra quem gosta de estar perto de gente, é uma ótima opção. Como existe a possibilidade de pagar por hora, dá pra pensar em um mix home office com esses espaços e assim muda um pouco a rotina. Conheci uma opção esses dias no miolo da Vila Olimpia chamado Co_labore, tem um espaço muito agradável.
    beijos e tintin!
    taís

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: