Skip to content

Conhece-te a ti mesmo… Parte I

10/10/2012

Tenho quase certeza de que um dia você se perguntou: o que estou fazendo nessa empresa? Ou disse para você mesmo: esse trabalho não tem nada a ver comigo, será que não existe alguma coisa que me deixe mais feliz?

Dúvidas nos acompanham a vida inteira e se tivermos respostas satisfatórias não passarão disso mesmo. Entretanto, se a dúvida persistir, se ela fizer você sofrer, chegou a hora de buscar respostas mais adequadas.

Saber quem e como você é, o que quer da vida, quais são os valores que o guiam, o que lhe traz motivação, lhe dá energia e lhe traz felicidade é fundamental para ir em frente.

Conhecer-se não é uma tarefa fácil. Mais fácil é nos autoenganarmos e fingirmos que somos aquilo que idealizamos. Entretanto, em se tratando de carreira, todos os melhores estudiosos do tema recomendam que se você quiser sucesso, precisa iniciar com o autoconhecimento.

Quanto mais eu estudo, mais me convenço de que eles têm razão e lamento profundamente não ter tido acesso, quando comecei a trabalhar, aos inúmeros instrumentos disponíveis e aos aconselhadores – que hoje já são comuns -, para fazer minha carreira muito mais bem-sucedida e feliz.

Decidindo se conhecer, você tem duas alternativas para começar. Se a reflexão solitária não lhe parece eficiente, você pode pedir ajuda de especialistas. Se não quiser ajuda e estiver convencido que isso não é uma desculpa para continuar se enganando, existem inúmeros testes que o ajudam a se definir melhor.

Testes que dão uma ideia do seu tipo psicológico ajudam muito. Você verá que se for um introvertido, estará no lugar errado se estiver num trabalho que exija contatos com muitas pessoas, onde você precise se envolver em questões vindas do mundo exterior. Se sua posição exigir que você passe por cima do que os outros pensam e de como suas próprias decisões afetam a vida deles, você não poderá ser do tipo sentimento. Enfim, seu tipo psicológico pode ajudá-lo a entender porque você age de determinadas maneiras e porque certas coisas não lhe servem.

Testes que definem quais são os motivadores para sua carreira, com o você se sente mais confortável e mais energizado também podem ser muito úteis. Outros que definem a maneira como você se comunica com os outros também são importantes para você ficar atento e não deixar de “dar seu recado”, se for um ou outro tipo de comunicador. Vários desses testes têm versões reduzidas disponíveis na Internet. Provavelmente deixam alguma nuance de fora, pois não são tão completos, mas podem lhe dar pistas que, se você quiser, poderão ser melhor esploradas com um Consultor de Carreira ou Coach.

A maioria desse testes é baseada em perguntas sobre como a pessoa se comporta em situações do cotidiano. A partir daí são definidos tipos e características que se aplicam mais ou menos, de acordo com a intensidade que cada traço se apresenta. É claro que cada pessoa tem individualidades específicas que nenhum teste será capaz de detectar, mas para ter uma visão geral de você mesmo eles podem ser muito eficientes.

Logo mais, continuarei a falar a respeito do assunto…

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: