Skip to content

Sobre trabalho após os 50… Dá para falar?

22/06/2016

Lendo a entrevista de Morris Livtak, Fundador do Maturijobs no site Negócios de Mulheres, uma plataforma para encontrar trabalho e profissionais de mais de 50 anos, achei interessante republicar meu artigo de 2013 sobre mulheres maduras. Fiz uma pequena revisão, mas basicamente é o mesmo artigo. Atualíssimo! Veja abaixo:

Odeio meu pescoço, mas meu cérebro continua lindo!

Captura de Tela 2016-06-21 às 12.38.43.pngVocê lembra da avó do Sítio do Pica Pau Amarelo, Dona Benta? Se você já passou dos 50, certamente lembra. Era uma velha senhora, com um corpo meio desajeitado, escondida dentro de roupas amplas, cabelo branco preso num coque sem graça… Pois é, descobri recentemente, para meu espanto, que ela tinha 51 anos! Fiquei traumatizada, juro. As mulheres de 51 anos do século 21 são muito diferentes. Boa parte delas fez – ou faz ainda – uma bela carreira, tem aparência mais jovem, está em busca de desafios e felicidade muito além da cozinha, da casa e dos netos.

Como a idade média da população brasileira aumentou consideravelmente nos últimos 50 anos – 25,4 anos entre 1960 e 2010, passando de 48 para 73,4 anos, segundo o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, divulgado em 29/06/2012 -, é óbvio que isso pode ser constatado facilmente. Alguns estudos sobre as regras para aposentadorias já começam a considerar essas diferenças. No entanto, muita gente, aposentada ou não, foi “descartada” pelo mercado de trabalho em razão da idade, especialmente as mulheres.

Captura de Tela 2016-06-21 às 12.41.34Por quê? Certamente não temos o mesmo pique físico para passar noites trabalhando, mas temos experiência suficiente para fazer escolhas inteligentes que dispensem isso. Também temos capacidade de organizar o trabalho dos jovens de forma a obter o melhor rendimento. Nossa inteligência continua a mesma, acrescida de memórias de situações vividas que ajudam a selecionar melhor as informações que precisamos. Podemos colaborar com os menos experientes com aconselhamento e compreensão. Temos uma visão estratégica mais sofisticada.

Numa outra ponta, vemos comandantes de empresas se queixando de não conseguirem fazer suas brilhantes executivas optarem por carreiras internacionais ou recusarem alguns postos de grande responsabilidade em razão de família e filhos. É claro, mulheres jovens estão na hora de ter filhos e até hoje não inventaram alguma coisa que substitua uma mãe perfeitamente. Essa é a hora delas.

Captura de Tela 2016-06-21 às 12.43.06.png

Angela Merkel, a mulher mais poderosa do mundo, tem 61 anos

Quem sabe alguém mais esperto não deixa de tentar esperar que as mães abandonem seus filhos pequenos e se volta para as mulheres mais velhas? Filhos criados, casamento consolidado ou solteirice da meia idade significam mais liberdade para viagens e mudanças.

Afinal, o que você vai fazer com esses anos extras que a natureza lhe deu? Cuidar dos netos? Um pouquinho tudo bem, eles são maravilhosos e lhe dão muita satisfacão. Entretanto, seu cérebro, acostumado a viver o turbilhão do ambiente de trabalho vai exigir mais. Claro, você pode gastar seu tempo viajando para todos os países que sempre quis conhecer. Você pode fazer aquele curso de arte ou estudar religião ou ir à academia com regularidade. Mas, são muitos anos entre os 50 e os 80…

Captura de Tela 2016-06-21 às 12.52.57.pngSeu pescoço não é tão lisinho? Talvez a cintura também não seja tão fina… Mas o seu cérebro continua afiado e você tem muito a oferecer. Vamos lá, o que você quer? Levante da cadeira e vá reconquistar a sua vida e a de muitas mulheres que estão por aí sem saber bem como preencher sua vida.

Certamente quando escrevo sobre isso, podem me acusar de querer “tirar” empregos dos mais jovens, mas acho que vale o risco, especialmente num momento de crise como esse que vivemos no Brasil. Entretanto,  seria ótimo se conseguíssemos chamar a atenção dos responsáveis por contratações para as “jovens” mulheres de mais de 50 que estão querendo se manter no mercado corporativo? Vamos criar um novo segmento de trabalho, o das mulheres mais velhas.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: