Está na hora de movimentar sua carreira? Veja algo que pode ajudar

Tenho acompanhado, tanto quanto sou capaz, dezenas de informações a respeito do futuro das pessoas, do trabalho, do lazer, da vida. Sou uma curiosa a respeito de tudo de maravilhoso – ou assustador – que o futuro nos reserva.

Foto Samuel Zeller

Sei, por exemplo, que lá por volta dos anos 30 (2030, bem entendido) nosso córtex poderá estar conectado à nuvem. Quero viver até lá, pois adoraria ter meus pensamentos gravados, meus sonhos loucos passíveis de serem contados e escritos, mesmo que apenas para mim mesma.

Já ouvi que robôs farão o trabalho dos humanos, com duas consequências possíveis: humanos descansado e curtindo ou humanos sem trabalho amargando uma super frustração. Na primeira hipótese, os robôs gerariam renda suficiente para garantir que todos os humanos recebessem uma renda básica que lhes permitisse viver sem preocupações com os gastos cotidianos. Na segunda, bem, nessa nem quero pensar.

Entretanto, enquanto milhares de estudiosos estão debruçados sobre as consequências do avanço da tecnologia no mercado de trabalho dos próximos 30 anos e no desaparecimento de inúmeros postos, eu e Roberta Holanda, – Consultora de Finanças, Empreendedora e Coach Financeira – reunimos informações fundamentais para abordar o mercado de trabalho num futuro mais próximo, ou seja, amanhã ou no mês que vem.

Foto Alex Knight

Claro que os empregos como são hoje já estão mudando, as características e qualificações exigidas daqui a 5 anos já serão um pouco diferentes. Sem dúvida, as necessidades das pessoas também estarão em movimento e os empreendimentos de hoje precisarão ir se adaptando. Entretanto, ainda temos algum tempo em que as coisas são mais ou menos estáveis.

Acreditamos que antes de chegarmos ao ponto de ver os robôs trabalhando e gerando renda, e antes de atingirmos a Renda Básica Universal, teremos que enfrentar, especialmente em países em desenvolvimento, anos de empregos ou iniciativas mais tradicionais para gerar nossa própria renda e com isso sustentar nossas famílias.

Vai daí que decidimos coletar e organizar uma série de informações pertinentes a movimentos de carreira num único lugar, o livro Carreiras e FuturoComo construir ou mudar sua trajetória de Carreira.

Esse livro foi concebido com o propósito de auxiliar pessoas em busca de alternativas para abordar movimentos profissionais e pessoais com segurança e objetividade. Reúne informações úteis para quem está iniciando ou mudando de carreira, com dicas de autoconhecimento, finanças, opções de carreiras e de mercado, no futuro que se inicia amanhã.

Publicamos a versão online na Amazon, http://amzn.to/2k8wo7G, onde pode ser adquirido facilmente. Teremos também uma versão mínima em papel, editada pela Reality Books, cujo lançamento para convidados será no início de 2020.

Riscos: fracassos ou sucessos

Captura de Tela 2019-07-31 às 11.33.10Acredito que é impossível atingir o sucesso sem correr certos riscos. Seja na vida pessoal, seja na vida profissional, em algum momento você vai ter que apostar suas fichas em uma ou outra opção e torcer para que ela seja a certa.

Não vou, claro, recomendar que você corra riscos apenas para mostrar que é corajoso. Isso é bobagem infantil. Corra riscos quando eles forem necessários, mas tomando o cuidado de avaliá-los o melhor que puder antes de tomar qualquer atitude.

Captura de Tela 2019-07-31 às 11.59.41Se for capaz de desenvolver a habilidade de olhar uma situação e julgar objetivamente se vale a pena correr riscos, você terá muito maiores chances de vencer do que de fracassar. Logicamente, para adquirir essa capacidade você terá que ter o maior conhecimento possível das questões envolvidas no problema. Sabendo mais, seus esforços serão menos arriscados.

Captura de Tela 2019-07-31 às 11.34.19Tem que enfrentar um novo desafio? Estude ao máximo antes de ir em frente. Busque informações, fale com quem já passou pela experiência, calcule os prós e contras, defina se é capaz de lidar com a situação se ela sair do controle.

De qualquer maneira, mesmo aqueles riscos que o levam ao fracasso podem aproximá-lo de seus objetivos. Claro que dá trabalho transformar falhas em aprendizado de valor e, mais ainda, originar um plano para atingir um resultado melhor numa próxima vez. Entretanto, isso não é apenas possível, mas pode ser significativo para deixá-lo mais forte e sábio.

Captura de Tela 2019-07-31 às 11.45.56Sabe o que é mais importante? É você ser capaz de sair de uma situação de risco e fracasso aprendendo com ela. Lembre-se que mesmo um fracasso é fruto de um movimento e ainda é melhor sair-se mal em uma situação do que ficar paralisado, sem fazer nada.

Importante também é não medir sua capacidade e suas habilidades por um ou outro momento em que tomou a decisão errada e falhou. Hoje você pode ter se saído mal, amanhã será outro dia e você poderá usar a má experiência como uma alavanca para ir mais alto do que esperava.

Captura de Tela 2019-07-31 às 11.35.55Lembre-se, por último, que outras pessoas poderão ter passado pela mesma situação e poderão compartilhar suas experiências com você. Outras serão capazes até de ajudá-lo, então não acredite que deve fazer tudo sozinho, busque ajuda sem medo. A vida fica mais fácil com compartilhamento de ideias e de capacitação ou mesmo de um simples apoio ou escuta ativa.

Lidar com cargo de maior responsabilidade é muito difícil?

Como o assunto mais citado na minha pesquisa sobre Desafios da Liderança foi sobre como lidar com cargo de maior responsabilidade, decidi rever um post escrito em 2011. Fiz alguma atualização, claro, mas basicamente não houve grandes mudanças nos comportamentos esperados de um novo líder.

Captura de Tela 2017-11-24 às 16.06.46“Bem, depois de muito trabalho e esforço, você foi promovido a chefe da equipe da qual fez parte até ontem. Você entra no seu espaço diferenciado dos demais, sente-se orgulhoso, recompensado pela dedicação e empenho com que se destacou dos outros. Cadeira confortável? Mesa maior? Uma sala fechada? Maravilha! E agora? Como vai ser com seus camaradas, seus companheiros de almoço, de piadas sobre o chefe, de reclamações e fofocas? Pensa que é fácil? Não é mesmo.

A primeira coisa que você deve ter notado é que agora você tem um papel diferente dentro da organizacão. Você foi escolhido para liderar essa equipe, para obter o melhor de seus subordinados, agora você é o responsável por trazer os resultados. Bem, sua carreira de executivo iniciou e ela é diferente de sua carreira de subordinado. Você foi chamado para essa posição porque seu chefe reconheceu em você capacidade de mobilizar pessoas e motivá-las a produzir aquilo que a empresa precisa para atingir suas metas.Captura de Tela 2017-11-24 às 16.09.11

Não pense que, porque chegou a essa posição tudo está resolvido. Lembre-se que nos primeiros momentos você é um cara sob observação e os olhos de todos estão sobre você. Há um período de iniciação em que você terá de ser aceito pelos seus próprios pares, além da própria equipe. Não precisa ficar assustado com isso, todos os outros executivos passaram por esse período e, se você não tivesse mostrado capacidade, certamente não teria sido promovido.

Captura de Tela 2017-11-24 às 16.11.52Apenas aceite que esse período existe e não tente dar a impressão de que sabe tudo a respeito de liderar essa equipe somente porque fez parte dela. Não se acanhe em fazer perguntas, em buscar respostas claras sobre o que sua chefia espera de você, peça opiniões e sugestões aos subordinados. Afinal, gerir uma equipe exige que, além de conhecimento técnico você precisa ser capaz de controlar as tensões do grupo e manter o time focado em missão, valores, metas, indicadores de desempenho, agenda…

Captura de Tela 2017-11-24 às 16.15.00Você terá que ser capaz de antecipar problemas, identificar opções, desenvolver estratégias, estabelecer metas e planos de ação. Vai ter que organizar a distribuição de tarefas, facilitar a ação das pessoas, fazer correções de rota quando necessário.

Captura de Tela 2017-11-24 às 16.18.17Você terá que limitar as fofocas, mesmo que seus subordinados sejam seus super-amigos. E, se alguma chegar a você, lembre-se de, antes de tomar decisões, achar um jeito de separar o que é fato do que é fruto de opiniões ou sentimentos. Aprenda a ouvir os diversos lados envolvidos, de forma delicada para não ofender ninguém e para que seus velhos amigos não pensem que o cargo lhe subiu à cabeça.

Lembre-se que, para você se sair bem, é necessário criar alianças e parcerias com chefes, pares e com sua equipe. Você não precisa saber tudo de tudo, saiba o essencial e saiba quem tem as respostas para as diversas questões do seu dia-a-dia. Busque ajuda de outros gerentes se precisar e, principalmente de seu chefe, pois ele está tão interessado quanto você no seu triunfo.Captura de Tela 2017-11-24 às 16.23.40

Não pense que é necesário mudar sua personalidade, tratar friamente seus amigos só porque virou chefe deles. Existem muitas maneiras delicadas de sair fora de uma fofoca ou de uma conversa boba. Aos poucos as pessoas percebem que seu papel mudou e começam a tratá-lo como chefe, sem com isso deixarem de ser seus amigos. E daqui a pouco você vira Diretor…”

Desafios da liderança

Liderar é estar à frente de um grupo de pessoas, designar os caminhos a serem percorridos, transformar esse grupo em uma equipe coesa e conduzir essa equipe até os objetivos para os quais ela existe.

Por isso, fizemos uma pesquisa entre amigos para saber quais são os atuais problemas enfrentados no exercício da liderança. Essa pequena pesquisa, com apenas uma pergunta, trouxe aqueles assuntos aos quais daremos preferência nos nossos estudos e no compartilhamento de informações. O resultado, que permitiu mais de uma resposta, foi o seguinte:

  • Lidar com um cargo de maior responsabilidade                                                       28,6%
  • Motivar um grupo pouco produtivo                                                                             21, 4%
  • Lidar com um ou mais funcionários problema                                                          14,3%
  • Conciliar demandas da administração superior com os recursos disponíveis    21,4%
  • Responsabilizar-se pelos erros da equipe                                                                      7,1%
  • Alinhar acionistas inseguros e indecisos                                                                        7,1%

O gráfico resultante está abaixo. Usei Google Forms, um ótimo recurso para pesquisa.

 

Captura de Tela 2017-11-22 às 15.07.17

Aguardem os próximos posts. Vamos dar dicas sobre como lidar com essas questões.

Líderes Exponenciais, os líderes que construirão o futuro

Captura de Tela 2017-09-28 às 12.41.27.pngNossa realidade atual vem demandando rápidas mudanças de comportamento no ambiente do trabalho. Para tanto, precisamos trabalhar bastante as nossas lideranças, visto que serão elas que conduzirão os negócios a um patamar de maior sucesso.

No momento, temos visto muito pouca preocupação com o assunto, pois ainda contamos com lideres muito apegados ao pensamento linear, se agarrando a estruturas que em pouco tempo não farão mais sentido algum.

Para lidar com o trabalho e as empresas que serão criadas, precisamos urgentemente iniciar um movimento de preparar as pessoas para pensar e agir de forma diferente. Precisamos ter lideranças que pensem exponencialmente, sejam capazes de transformar, romper com formas arcaicas e tradicionais de fazer as coisas. Captura de Tela 2017-09-28 às 12.40.16

Esse novo líder, terá que ter uma visão ampliada, capaz de perceber nas informações com que conta, novas possibilidades, cenários diferentes, antecipando o inesperado que pode acontecer a qualquer momento. Tem que ter coragem de explorar o desconhecido a partir da análise do que lhe é familiar. Ele terá que ir além das tendências, das análises de risco tradicionais, tem que esgarçar sua curiosidade e se dar o direito de imaginar o que não é previsível.

Captura de Tela 2017-09-28 às 12.39.16O novo líder precisa ser inovador, o que vai exigir coragem para correr riscos e inclusive errar. Tem que abrir mão das estratégias conhecidas, abraçando a incerteza, acreditando que existem possibilidades de melhor exploração e experimentação em cada situação.
Um líder exponencial, sem dúvida, deverá ser capaz de pensar nas necessidades dos outros. Ele terá empatia em relação a quem vai comprar seu produto, pensará em oferecer soluções em vez de apenas produtos.

Captura de Tela 2017-09-28 às 12.36.45Ele deve entender o impacto que as novas tecnologias trazem para o negócio em que atua, compreender as mudanças que certamente virão e preparar-se melhor para elas. Portanto, ele precisará se familiarizar com essas tecnologias, conhecer as ferramentas e possibilidades e, mais do que tudo, pensar nas implicações éticas, sociais e morais que elas trazem não apenas para seu negócio, mas para a sociedade em geral.
Captura de Tela 2017-09-28 às 12.51.35Mais dos que tudo, um líder exponencial precisa ser capaz de exercitar sua humanidade ao limite, especialmente porque a tecnologia abriu espaço para novas formas de relacionamento, de contratação, de remuneração e de desempenho no trabalho. Dessa forma, compromisso com transparência e responsabilidade social são tão importantes quanto resultados financeiros. E, mais do que tudo, um ambiente de trabalho que traga satisfação e realização para as equipes é fundamental para construir um futuro melhor, com pessoas mais felizes, criativas e comprometidas.

 

Personal Branding, você está cuidando dessa questão?

Captura de Tela 2017-08-28 às 19.39.13.pngPersonal Branding, que algumas pessoas chamam de  Marketing Pessoal significa identificar, comunicar e mostrar aquelas características que diferenciam você das outras pessoas, que o fazem sobressair como profissional no mercado de trabalho. Significa sobretudo, gerenciar sua marca de pessoal de forma positiva, de forma a lhe trazer maiores oportunidades de ser reconhecido.
Você, eu, todos nós possuímos uma marca que deve ser percebida e avaliada primeiramente por nós mesmos para destacar aquilo que somos capazes de agregar ao mercado e às pessoas que conosco se relacionam. A marca pessoal bem gerenciada é o que faz com que você consiga demonstrar qual é sua promessa única de valor.
Gerenciar de forma eficiente sua Marca Pessoal é mostrar aquelas qualidade que trazem  valor ao público ao qual você precisa se dirigir. Lembre-se que nem todas as suas qualidades interessam a todos os grupos aos quais você se relaciona.
Captura de Tela 2017-08-28 às 19.38.23É contraproducente, por exemplo, mostrar que você é um grande bailarino para seu chefe numa empresa de engenharia, por exemplo. Isso não vai acrescentar nenhum ponto ao reconhecimento que ele possa ter de sua capacidade de tocar uma obra. Na melhor das hipóteses, ele vai achar exótico, mas você não vai receber um novo cargo por isso. Por outro lado, se você está buscando um emprego no corpo de baile da Globo, essa é uma qualidade que você deverá ressaltar.
Personal Branding é uma tarefa complexa, que exige percepção aguçada, sensibilidade, capacidade de ouvir o que os outros têm a dizer sobre você e flexibilidade para fazer mudanças quando necessário. Entretanto, é o que fará com que você se diferencie e mostre sua singularidade e seu valor.
Captura de Tela 2017-08-28 às 19.44.29.png
Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe nossas postagens aqui ou no Facebook, publicamos constantemente dicas interessantes para quem quer construir um futuro profissional de sucesso. Nosso projeto Apoiando o Futuro oferece soluções customizadas para pessoas e empresas. Se precisar de mais detalhes sobre nossos serviços entre em contato conosco através de nossos emails.
Maria do Carmo Marini