Ser CEO de uma grande empresa sendo bonita e grávida é possível…

Uma notícia ótima para as mulheres executivas nos jornais de hoje… A nova CEO do Yahoo, Marissa Mayer, foi contratada para a posição apesar de já estar grávida de seis meses. Além disso, ela é uma mulher muito bonita. O fato quebra alguns preconceitos, o primeiro de que as mulheres que atingem posições de destaque no mercado de trabalho precisam renunciar à maternidade e, inclusive, a ter um companheiro. O segundo é que mulheres bonitas não são tão competentes ou dedicadas quanto as menos bonitas.Imagem

Pena é que isso ainda seja uma excecão. Seria bom vermos que a vida pessoal e a profissional das mulheres pudessem ser compatibilizadas sem influenciar na trajetória de sucesso que elas possam buscar.

Outras lições podem ser aprendidas desse caso. Marissa fez uma brilhante carreira no Google e é hoje uma das mulheres mais influentes no mundo da tecnologia. Foi contratada para achar saída para o Yahoo, uma companhia que perdeu espaço significativo no mercado e precisa buscar novos caminhos para voltar ao topo. Ela só foi escolhida para o cargo porque os contratantes viram nela a capacidade de gerir uma crise imensa e achar as saídas. Obviamente ela tem um boa formação, é graduada por Stanford e trabalhou durante 13 anos para o Google, portanto conhecimento técnico, habilidade de negociacão, flexibilidade, criatividade, ambição, visão, entre outras qualificações, são absolutamente necessários ao sucesso de uma carreira. Mas, sua contratação é importante para mostrar às mulheres que é possível ter uma carreira brilhante sem abrir mão de uma vida pessoal plena e realizada.

Para quem tem culotes salientes, nada como…

Se você é do tipo pera, mesmo que não seja aquele exagero que é a candidata a deputado aqui de São Paulo, pertence a uma categoria muito apreciada pelos homens, mesmo que não concorde. Homens gostam de alguns volumes, especialmente na região dos quadris, está no DNA desde o tempo das cavernas.

Entretanto, exageros sempre são um problema, portanto se seus culotes são muito evidentes, disfarce. Use calças retas, elas têm um caimento que esconde um pouco seus culotes. Nem pense em calças que afunilam nas pernas e as skinny não são a melhor pedida para você, mesmo usando uma blusa mais comprida que, em tese, esconderia seus culotes. Suas saias devem ser retas, nada de muito volume, pregas ou plissados. As balonês certamente não vão deixá-la mais sexy ou elegante, vão ser quase desastrosas. O comprimento de suas saias e vestidos deve ser até o joelho, pois uma mini-saia vai dar a dimensão de seus culotes a toda a parte inferior do seu corpo.

Use blusas com volume nos ombros para chamar mais atenção sobre essa parte do corpo e, se gostar, pode até ter coisas como babados ou rendas de enfeite na parte superior das blusas. Golas que caem abaixo do ombro são charmosas e sofisticadas e também tiram o foco de seus quadris e culotes. E, se seus seios forem pequenos, use blusas ou vestidos de um ombro só, que eu acho o máximo, mas é difícil ficar bem se seus seios são maiores ou caídos. Se as cores de suas peças de cima forem claras, mais uma razão para ter concentrados os olhares nessa parte do seu corpo.

Os vestidos tipo trapézio são os que mais a favorecem, desde que a recomendação do comprimento na altura do joelho se mantenha. Não pense em ter enfeites na parte de baixo do vestido, coisas do tipo babados, franzidos, panos que se sobrepõem. Quanto mais lisa a parte inferior, melhor.

Use sapaptos de bico fino, eles “afinam” você inteira. Suas bolsas devem ter alças mais curtas, nunca ficando na altura do quadril pois o culote vai deixar saliente e, consequentemente, vai aparecer. Brincos ou colares grandes também chamam a atenção para a parte alta do corpo, tirando o foco de seus culotes.

Enfim, sinta-se bem consigo mesma, olhe-se no espelho e tenha prazer com o que está vendo. Essa é a melhor coisa para você sair bonita e confiante.

Veja também:

Gordinhas

+ Gordinhas

Uma resposta para Vanuza e para aquelas que têm quadris largos

Guarda-roupa de trabalho: mínimo mas poderoso

É claro que você quer ser a mais elegante da sua empresa, a mais bem vestida. Obviamente, se tiver dinheiro vai comprar um monte de roupas para não precisar repetir muito. Isso é parte até de nossa cultura consumista, tem se incorporado na nossa mente, essa necesssidade de ter coisas. Entretanto, para ser elegante você não precisa muito mais que um guarda-roupa básico, com algumas peças que fazem diferença e que podem ser complementadas por coisas simples e baratas.

Para começar, tenha um paletó preto. Pode ser do tipo spencer ou mais amplo. Ele é o máximo porque pode ser o complemento de um número bem grande de produções.

Você pode usar com calça, saia ou vestido, pode combinar com diversas outras cores e mesmo com estampas. Seja criativa que vai dar tudo certo.

Outra coisa fundamental é uma camisa branca. Pode até ser que você ache melhor uma outra cor, porque branco suja demais, fica encardido logo, mas não tem o que faça um efeito igual. Uma camisa branca complementa tanto uma calça quanto uma saia, pode ser usada até sobre um vestido se você arrematar com um cintinho, pode vir sobre uma camiseta regata colorida, enfim tem um número tão grande de possibilidades que, se ela não sujasse, você poderia usar uma semana inteira sem que as pessoas notassem que é a mesma.

Uma saia justa, tipo lápis é poderosa até… Deixa você sexy na medida certa para o escritório, especialmente se for usada com um sapato de salto alto. Além disso, alonga a sua silhueta. Eu recomendo uma cor escura, preta se você tiver pouca roupa ou pelo menos de uma cor que combine com preto. Assim, você poderá usar com seu paletó preto, se precisar. Quem sabe alguma coisa em risca de giz?

Outra peça fundamental num bom guarda-roupa de trabalho é um vestido. Sugiro um modelo mais enxuto, talvez um tubinho. Pode ser estampado, listrado, xadrez, desde que as cores sejam discretas. Bem complementado, faz um sucesso enorme e você pode ir do trabalho para a balada com muita elegância.

Não esqueça um sapato alto, clássico, se possível um bom escarpim, porque isso arrematará qualquer look com charme. E, uma boa bolsa é um investimento necessário e útil, porque além de lhe trazer o conforto de carregar suas coisas com facilidade, complementa suas produções com classe e poder.

Está vendo? Meia dúzia de coisas boas fazem a diferença. Não gaste dinheiro em outros itens antes de adquirir esses. Você verá que suas novas compras farão muito mais sentido e que você poderá economizar sem perder a elegância.

Uma secretária do futuro

No próximo sábado, dia 28, fui convidada a apresentar uma palestra no Encontro Anual de Secretárias 2010, o que me deixou muitíssimo lisonjeada, visto que é um encontro onde as discussões sobre a carreira são práticas e amplas, além de muito interessantes.

Em “Uma Secretária do Futuro”, falo sobre as relações das secretárias com seu trabalho, com chefes, colegas e subordinados, além das interfaces na vida pessoal, com suas difíceis escolhas. É parte do Painel GESTAO DE PERFORMANCE PARA SER BEM SUCEDIDA, cujo objetivo é mostrar como essas profissionais estão integradas o tempo inteiro e como elas podem enfrentar as mudanças contínuas no trabalho e na vida e tirar o melhor proveito.

O Encontro é  uma realização do Programa de Aperfeiçoamento para Secretárias, do IRR Training – Desenvolvimento e Performance Empresarial. Acontecerá entre os dias 26 e 28 de agosto no Hotel Golden Tulip Paulista Plaza, na Alamenda Santos, 85 e minha palestra será no dia 28, a partir das 11h45.

Armário cheio de roupas não significa que você vai andar sempre bem vestida

Muitas pessoas com quem tenho conversado levantam a dificuldade de lidar com seu próprio guarda-roupas. A queixa é sempre a mesma, guarda-roupa cheio a ponto de nem conseguir fechar direito e, na hora de sair, não têm o que vestir. É inacreditável, especialmente entre as mulheres, como isso é fácil de acontecer.

Bem, às vezes você não tem realmente a roupa adequada. Outras vezes você apenas não “enxerga” o que pode ser usado, simplesmente porque está num daqueles dias em que nada lhe parece certo. Num desses dias, você vai achar que está feia, gorda ou magra demais, que seu cabelo está péssimo, enfim o guarda-roupas é apenas um detalhe afetado por seu momento de baixa auto-estima. Conforme-se, deixe para lá, mas não saia para fazer compras porque o resultado não vai ser bom. Você vai gastar demais e, certamente, comprar coisas que não vai usar depois.

Entretanto, num dia “bom”, no qual você está de bem consigo mesma, faça uma limpeza no seu guarda-roupas, tornando-o prático e cheio de alternativas para o que der e vier. Comece preparando-se psicologicamente para abrir mão de coisas que ainda estão boas, coisas que você pagou caro, enfim saiba de antemão que, sem desprendimento, você nunca irá racionalizar seu armário.

Coloque todas as roupas para fora e comece separando aquilo que está muito fora de moda ou não condizente com o momento em que está vivendo. Por exemplo, se você era estagiária numa empresa da área de moda e agora é advogada num escritório formal, certamente não vai usar o mesmo tipo de roupa, certo? Livre-se delas, força! Não pense que algum dia você poderá voltar  a trabalhar com moda e usar outra vez. Se você voltar, vai querer coisas novas e vai adorar comprar.

O segundo passo é mais difícil, pois você precisa honestamente ter certeza do que lhe serve e do que ficou pequeno, apertado. Aí você começará a sentir pena de separar aquela blusa de seda pela qual pagou uma fortuna ou daquela calça preta que lhe deu a maior sorte na entrevista de emprego. Seja dura consigo mesma, você aguenta! Não caia em tentação. Você não vai emagrecer  facilmente para entrar na roupa tamanho 40 se está no manequim 44 há três anos. Se fizer regime ou plástica, mesmo que emagreça com sucesso, seu corpo vai sofrer modificações e essa mesma roupa não vai ficar bem, mesmo que tenha lhe encantado num tempo que não volta mais.

Livre-se de roupas velhas, camisetas furadas, coisas com elásticos moles, enfim, tudo o que você acha que vai usar no “dia em que for fazer uma limpeza no quintal”. Lamento informá-la mas, se essa limpeza acontecer, mesmo que seja regularmente, vai exigir uma única roupa mais detonada.

Livre-se de bijuterias quebradas, a não ser que tenha certeza de que elas são consertáveis e, se forem, não guarde, deixe à mão para levar para o conserto na primeira saída. Esta é uma boa hora para livrar-se daquela sapato que tira pedaços do seu pé toda vez que você sai com ele. Também é bom aproveitar para jogar fora aquele chinelinho de quando você era adolescente.

Depois desses momentos de desprendimento e honestidade, faça um balanço de tudo o que sobrou. Experimente fazer combinações diferentes daquelas que você faz normalmente. Tente juntar, por exemplo, o paletó de um terno com um vestido, a calça do mesmo terno com uma malha, experimente novas experiências com lenços e echarpes. Gaste tempo com isso, divirta-se, ache-se bonita, diferente, engraçada. Tem gente que eu conheço que faz fotografias das diversas montagens para lembrar-se e usar novamente ou apenas para ter uma lembrança de um momento divertido.

Ao final, veja as peças que sobraram sem ter nada que combine. Elas existem porque fazemos aquelas compras por impulso quando estamos carentes ou mal com a vida. Pense racionalmente sobre o que ficaria bom para acompanhá-las, escreva na sua agenda e, quando for fazer compras, antes de qualquer outra peça, compre algo para combinar.

Agora, olhe seu armário mais vazio e perceba que você tem muito mais possibilidades de andar bem vestida do que antes. Se não se achar capaz de fazer isso sozinha, pode chamar Executivas & Chiques pois essa é uma das áreas na qual temos oferecido consultoria com muito sucesso.

Planejar sua carreira facilita sua subida…

Muitas carreiras acontecem, e algumas são até muito bem sucedidas, porque a pessoa tem uma boa capacidade técnica e está sempre no lugar certo, na hora certa. É uma coisa meio aleatória, sem que ele ou ela realmente lute por chegar a cada posição. Entretanto, não são todos que têm essas facilidades. Para esses, os milhares de normais, uma carreira planejada evita que se gaste recursos em busca de coisas que nunca serão úteis e evita também momentos de incerteza e insegurança associados aos tempos em que a boa fortuna não está tão sorridente.

Antes de elaborar seu plano de carreira não deixe de fazer uma boa análise de você próprio, seus valores, as coisas que o deixam satisfeito e realizado, seus planos de vida que envolvam casamento e filhos, viagens, bens materiais, etc. Se você já escolheu uma carreira para seguir tenha claro porque fez essa escolha, quais os ganhos que você pretende ter com essa profissão específica. Por exemplo, você quer ganhar muito dinheiro? Não escolha carreiras que tradicionalmente pagam pouco, porque as dificuldades que você terá que enfrentar para se diferenciar e atingir seu objetivo serão muito grandes.

Para planejar sua carreira você precisa então estabelecer claramente seus objetivos. Saber que especialidade dentro da sua formação mais lhe convém é essencial para não se ver frustrado e infeliz (é difícil ser engenheiro de produção se você não quer ter contato com o chão de fábrica, por exemplo).

É importante pensar também em que tipo de empresa você quer trabalhar. Se você acha que se dará bem convivendo com muitas pessoas, relacionando-se com gente de outros países, escolha uma multinacional. Pensando em trabalhar em um lugar que seja mais semelhante a uma família, busque uma empresa pequena, se possível familiar, por exemplo.

Com os objetivos estabelecidos você pode fazer um plano para atingir aquelas metas que se propõe no tempo que deseja. Lembre-se que esse planejamento é apenas para você ter referências nas decisões, portanto você precisa ter flexibilidade para mudar seu plano e seus objetivos se perceber que não lhe servem mais.

Definidos os objetivos gerais a serem atingidos, da forma mais realista que puder, tente estabelecer também marcos intermediários, com prazos para alcançá-los. Obviamente que a busca para se tornar o presidente da maior empresa de um determinado setor, passa por atingir posições de supervisor, gerente, diretor, enfim, toda uma cadeia hierárquica. Por outro lado, você pode planejar sua carreira até um determinado ponto dentro de uma empresa e programar sua saída para outra como parte de seu plano global.

Atingir uma ou outra posição demandará muito provavelmente que você tenha cursos de pós-graduação, especialização, enfim, novos conhecimentos formais ou informais que lhe darão condições de chefiar uma equipe, por exemplo. Se seu planejamento está atualizado, evitará que você faça um curso de especialização em logística quando seu interesse é desenvolver sua carreira na área de marketing. Da mesma forma, se você pretende ser o diretor comercial de uma grande empresa, terá que saber não apenas como lidar com uma equipe grande e criativa, mas terá que desenvolver habilidades de negociação, entre outras.

Enfim, se precisar, ache um bom Coach para ajudá-lo a definir seu planejamento de carreira, mas não deixe de fazê-lo. Tenho certeza de que você transitará melhor no mercado de trabalho, com mais segurança e certeza de atingir os postos de comando que quiser.

Posts relacionados:

Dicas para tornar seu currículo mais interessante

Você sabe o que quer na sua carreira profissional?

Quer dar um salto na carreira? Ajude-se!