Executivas & Chiques

Executivas & Chiques traz informações e opiniões para homens e mulheres que precisam de Coaching pessoal ou profissional, gerenciamento de carreira, imagem profissional, etiqueta corporativa e conselhos para lidar com as situacões do dia-a-dia empresarial

Quando a imagem pessoal se mistura à profissional

Ninguém tem nada a ver com sua vida pessoal, portanto você pode se comportar de qualquer jeito em qualquer ambiente, certo? Lamento, mas está errado. Existem alguns lugares e momentos que sua vida pessoal esbarra na sua vida profissional e, se você não quiser passar a imagem errada para as pessoas com que trabalha, vai ter que tomar cuidado.

Sua vida pessoal pode esbarrar em sua vida profissional em eventos sociais, por exemplo. No clube, na festa de aniversário ou de casamento, no restaurante da moda, na balada. Você pode estar decidido a encher a cara para se consolar do fora da namorada, mas fazer isso num lugar onde você não sabe quem está assitindo é um risco. Você pode ter decidido que não vai voltar para casa sozinha hoje, mas ficar azarando todos os caras da festa pode fazer você dar de cara com seu chefe ou outro importante personagem do seu trabalho. A confusão está feita, sua imagem vai ficar meio comprometida por uma bobagem.

Outras ocasiões em que sua vida pessoal pode misturar com a profissional é durante suas férias. Claro que férias é momento de andar descontraído, à vontade. Ser mais formal é coisa de trabalho, você nem quer pensar em usar sapato e meia quando está de férias. Bem, então não marque um almoço com um colega que está trabalhando naquele restaurante que você sabe que seu chefe frequenta, vá desfilar seu chinelo e sua bermuda em um lugar fora do seu circuito de trabalho.

Nas mídias sociais, então nem se fala. Claro que você quer que suas amigas vejam o gato que esteve com você no maior amasso, mas envie as fotos por email, não precisa postar no Facebook. Você pensa que recrutadores para emprego não dão uma olhada nos seus dados? Depois do Google, é muito difícil ser totalmente desconhecido. Eles vão buscar seu nome no Linkedin, mas certamente também vão dar uma olhada no Facebook onde você postou uma foto com um copo na mão e cara de quem levou uma trombada. Se o emprego é numa empresa mais conservadora, já era, você nem vai ser chamado.

Enfim, não quero dizer que você nunca mais vai descontrair com medo de perder o emprego, é claro. Só quero alertar para o fato de que você pode fazer tudo isso sem dar publicidade. Beba entre amigos e família, envei fotos mais comprometedoras para pessoas escolhidas e de confiança, paquere sem medo mas não faça propaganda de promiscuidade, vista-se como se sentir melhor, mas faça isso fora de deu circuito de trabalho. E seja feliz, é claro!