Sobre Inteligência Emocional

Andei pensando nas competências que são cada vez mais importantes no mercado de trabalho e resolvi sugerir que você descubra como vai sua inteligência emocional. Não chega a ser um teste, apenas algumas perguntas, para você ter o tema em mente. Quer descobrir? Veja abaixo. Se a maioria das respostas for SIM, tudo bem. Se forem NÃO, é hora de começar a trabalhar no assunto.

O assunto não surgiu do nada na minha cabeça. Percebi que qualquer artigo que trata do futuro do trabalho cita Inteligência Emocional como um dos fatores críticos para o sucesso dos profissionais e também das empresas.

No momento, não tenho em mãos uma pesquisa confiável, mas quero acreditar que o sucesso de ambos está diretamente ligado à forma com que as pessoas se entendem no ambiente de trabalho e, em consequência, conseguem trabalhar melhor juntos.

foto Markus Spiske

Por outro lado, nos treinamentos de liderança e gestão dos quais participei, preparados a partir do pensamento mais moderno sobre o tema, um dos pontos mais ressaltados é o poder que a motivação tem para aumentar a produtividade das equipes, muito maior que atitudes autoritárias e distantes. Entender seus liderados demanda muita inteligência emocional, então se você já está ou quer estar numa posição de comando, precisa desenvolver muito essa competência.

Foto de capa de Alex Iby

Quote of the Day – 22 de março

O assunto liderança é um dos mais importantes objetos dos meus estudos e do meu trabalho. Muitos importantes intelectuais, políticos e líderes têm muito a dizer e eu quero compartilhar mais um dica.

Captura de Tela 2016-03-04 às 13.20.07.png

John Quincy Adams, advogado e político norte-americano, foi o sexto presidente dos Estados Unidos, governando de 1825 a 1829. Sua maior contribuição para os Estados Unidos foi o planejamento da Doutrina Monroe, durante o período que foi secretário de estado do presidente James Monroe.

Quote of the Day – 17 de março

Falando de liderança, aqui está mais uma dica sobre o assunto: muito mais que criar seguidores, bons líderes criam outros para não apenas sucedê-los como para assumir posições frente a outras equipes.

Captura de Tela 2016-03-13 às 12.45.19

Thomas J. Peters nasceu em Baltimore, Maryland. Fez a escola secundária na Severn School e a universidade na Cornell University, tendo-se graduado em engenharia civil em 1965, e obtendo um mestrado em 1966. Autor de “Em busca do Uau”, “O Círculo da Inovação” e “liberation Management”.

Dica de Carreira

Captura de Tela 2015-07-10 às 16.28.51Liderar é um desafio para homens e mulheres. O mundo corporativo está cheio de líderes medíocres, mas as empresas começam a perceber que não podem manter pessoas incapazes de trazer resultados satisfatórios. Se somarmos o momento de baixo crescimento do país, a qualidade dos profissionais e dos líderes que vão permanecer em seus postos será fator determinante para definir quem fica.

No que se refere às mulheres, particularmente, um dos maiores problemas que elas enfrentam ao exercer cargos de liderança, é ter que demonstrar a todo instante, sua capacidade e potencial de desincumbir-se das tarefas de liderança, demonstrar que, apesar de mais sensíveis e tolerantes com os subordinados, são capazes de resolver problemas e produzir resultados de acordo com as expectativas da empresa.

Captura de Tela 2015-07-10 às 16.34.39Existem muitas coisas que as mulheres podem fazer para serem líderes melhores, mas a dica de carreira de hoje é trabalhar a autoconsciência, conhecendo os próprios estados interiores, preferências, recursos e intuições, de forma a diminuir preconceitos, falta de autoconfiança e complexo de inferioridade. Uma auto-avaliação antes de assumir a liderança de um grupo poderá ajudar a começar o trabalho com maior firmeza e tranquilidade, com a certeza do próprio valor, sabendo quais cuidados deve tomar para não deixar suas emoções assumirem papel de protagonista nas relações com a equipe.