Em busca do melhor futuro

Captura de Tela 2017-07-17 às 16.09.36Um processo de transição de carreira pode ou não ser planejado mas, se você tiver a oportunidade de pensar antes de iniciar uma nova trajetória e fazer um plano consistente, certamente irá passar por ele da com menos estresse e com maiores possibilidades de sucesso.

Para começar, tenha presente que existem diferentes caminhos por onde você poderá seguir, com graus maiores ou menores de dificuldade e também de sucesso e realização. É fundamental que você faça escolhas compatíveis com suas competências e aptidões, com seus valores pessoais e com o que lhe traz satisfação. É importante também escolher caminhos que não entrem em conflito com coisas importantes como sua vida familiar, sua saúde e sua estabilidade financeira.

Captura de Tela 2017-07-17 às 16.08.13.pngUm método que funciona é levantar inúmeras possibilidades, sem censura, e depois passá-las por uma análise crítica para definir sua viabilidade e consistência. Não esqueça de levar em conta sua realidade atual e, especialmente, seus recursos de todas as naturezas.

Um bom crivo é examinar as hipóteses que você criou sob três pontos de vista:

  • profissional  – competências, aptidões, acesso, localização, ambiente, etc,
  • pessoal – satisfação nos aspectos cultural, da saúde física e emocional, tempo de lazer, etc, e
  • familiar – relacionado às pessoas que fazem parte da sua vida e que, de alguma forma, serão afetadas por sua decisão.

Se suas escolhas forem viáveis em relação a esses três aspectos, você está num bom caminho.

Captura de Tela 2017-07-17 às 16.54.16

Quer saber mais? Entre em contato conosco.

 

 

Maria do Carmo Marini

Anúncios

Quote of the Day – Planejamento de Carreira

Captura de Tela 2016-05-06 às 13.44.00Se você decidiu que vai fazer um planejamento sério para desenvolver sua carreira, aqui vão 5 coisas simples que poderão fazer a diferença:

  1. Antes de mais nada, tenha certeza de quais são os seus valores, aquilo em que você acredita e do qual não abre mão. Lembre-se, valores estão presentes em todas as escolhas que fazemos e nos definem como cidadãos, profissionais e seres humanos. Não adianta sair buscando um emprego onde suas crenças serão desafiadas pois isso lhe trará sofrimento e falta de motivação.
  2. Para buscar alguma coisa que faça sentido na sua vida, você precisa saber quem é. Se você gosta de interagir com os outros, poderá buscar um emprego onde relacionamento seja importante. Se você é mobilizado por causas socialmente importantes, poderá trabalhar em uma empresa que lhe isso em consideração. Se você tem habilidade para coordenar pessoas e mobilizá-las no sentido de serem mais produtivas, um cargo gerencial poderá lhe trazer bastante sucesso. Pense em momentos de sua vida em que lidou com situações parecidas e veja quando se saiu melhor. isso poderá ajudar no reconhecimento de seus potenciais.Captura de Tela 2016-05-06 às 12.58.34
  3. Obviamente, você precisa saber para o que é qualificado, pois não adianta querer fazer cirurgia se você não é médico formado e especializado. Algumas qualificações mais genéricas abrem diversas portas, mas elas precisam ser úteis naquilo que você pretende fazer. Faça uma lista de qualificações formais – aquelas para as quais você estudou e se especializou – e outras informais – aquelas que você desenvolveu em outros empregos.
  4. Gaste tempo e energia procurando as alternativas oferecidas pelo mercado, pois se você for atrás de alguma coisa que não existe ou não está disponível na região onde você pretende se estabelecer, outras escolhas precisarão ser feitas. Lembre-se que algumas regiões trazem oportunidades que não existem em outras, pois muitas dependem de características ligadas a desenvolvimento e vocação.
  5. Por último, escolha uma carreira que esteja conectada com o que é importante para você. Isso o ajudará a sentir-se realizado, feliz e, consequentemente, mais produtivo, abrindo novas possibilidades e facilitando sua ascensão.

 

 

Carreiras num Mundo Vuca

No dia 29 de março, participei do lançamento do Escritório de Desenvolvimento de Carreiras da Universidade de São Paulo. Escritórios de Carreira são muito bem estruturados em diversas Universidades importantes dos Estados Unidos, mas no Brasil ainda não existiam até a Professora Tania Casado, da Faculdade de Economia e Administração da USP trazer a ideia e ter o suporte dos dirigentes da Universidade.

Escritório Carreiras inauguração 1

Professora Tania Casado e  Reitor Marco Antonio Zago

Nesse dia, começou a realidade, o sonho deixou de estar apenas nos corações e mentes da Professora Tania, dos dirigentes da USP e de um grupo de especialistas no tema que estarão dedicando esforços e conhecimentos numa ação voluntária para abrir melhores caminhos para estudantes que iniciam ou terminam suas graduações ou cursos de mestrado e doutorado

Na apresentação do Escritório, a professora Tania falou do mundo em que vivemos, das mutações aceleradas, das novas realidades que a cada dia exigem que adaptemos comportamentos e ações. Esse é o mundo atual, o Mundo VUCA.

Captura de Tela 2016-04-07 às 19.42.06VUCA significa a complexidade da sociedade contemporânea, que vive uma situação de total interdependência, em movimento constante, repartindo ilimitadamente conceitos, crenças, disputas, desenvolvimento. A globalização faz com que coisas que antes eram menores e impactavam apenas uma pequena parte das comunidades, hoje são vivenciadas simultaneamente, direta ou indiretamente, em diferentes pontos do mundo.

VUCA é a sigla formada pelas primeiras letras das palavras Volatility (volatividade), Uncertainty (incerteza), Complexity (complexidade) e Ambiguity (ambiguidade). A expressão se originou entre os militares, mas vem sendo utilizada em discussões relacionadas a lideranca estratégica em muitas organizações, fazendo parte do vocabulário comum das empresas.

Escritório de Carreiras inauguração 4

Pró-Reitor de Graduação Antonio Carlos Hernandes

A Professora Tania, em sua apresentação, definiu Volatility como a natureza e a dinâmica das mudanças atuais e a constância e a velocidade das forças das mudanças. Uncertainty foi dita a falta de prognósticos, a expectativa de surpresas e a dificuldade na compreensão dos eventos. A Complexidade é a multiplicidade de forças, a mistura confusa de aspectos e o caos que cercam o trabalho e o ambiente organizacional. E, por último, Ambiguity como a nebulosidade da realidade, o potencial para interpretações equivocadas e a superposição de condições que levam a erros nas relações de causa e efeito.

E, trazendo para a abordagem das carreiras, apresentou o caminho VUCA para as carreiras, onde VUCA é a sigla formada por Values (Valores), Uniquiness (Singularidade), Confidence (Confiança) e Agility (Agilidade).

Escritório de Carreiras inauguração 2

Alguns dos especialistas em carreira que já estão trabalhando no Escritório de Desenvolvimento de Carreiras

Cuidar adequadamente de sua carreira hoje, – o que é uma responsabilidade inteiramente sua -, significa levar em consideração esses quatro pontos. É necessário que você saiba o que realmente é importante para você, aquilo que conta, do qual você não abre mão, ou seja usar seus valores como referências básicas para suas decisões. Você precisa saber também no que é único, qual seu potencial individual, como suas experiências, seus conhecimentos, suas forças e sua paixão podem ser combinadas para a criação de um futuro melhor, ou seja o quanto você se diferencia dos demais, o quanto é Singular.

Por outro lado, ter a habilidade para expressar otimismo sobre o futuro, lidar com adversidades e agir disciplinadamente em direção a suas metas, mostra a Confiança que tem em si mesmo. E, por fim, você precisa de Agilidade para ser capaz de antever e se adaptar a mudanças no ambiente, transformar atitudes e comportamentos, mantendo a perspectiva de um fututo em constante mutação.

Escritório de Carreiras inauguracão 5

Professora Tania e o tripé das novas carreiras

Como você pode ver, desenvolver adequadamente sua carreira no mundo atual exige um esforço pessoal significativo. Demanda que você trate muito seriamente a abordagem que utilizará na sua busca pelo futuro. Você pode ver que não é mais possível responsabilizar o pessoal do RH, seu gerente, sua empresa, os head hunters, a sociedade pelos passos que você vai escolher. Você terá que saber quem é, porque você trabalha, como faz as coisas acontecerrem, além de cuidar objetivamente de seus relacionamentos.

Captura de Tela 2016-04-08 às 09.16.43

O Grupo com a inspiradora, muita animação e fé

O instrumento moderno de abordagem de carreiras inteligentes é o famoso triângulo formado pelos termos em inglês, KNOWING-WHO, KNOWING-HOW, KNOWING-WHOM, conceito desenvolvido pelo Professor Michael Arthur da Suffolk University, de Boston. Vale a pena aprender mais sobre isso.

Em resumo, a mensagem da Professora Tania pode ser sintetizada no seguinte: Carreiras hoje precisam ser sobretudo Carreiras Inteligentes. E o Escritório de Desenvolvimento de Carreiras da USP é uma iniciativa pioneira no sentido de direcionar pessoas que estão chegando ao mercado na direção correta.

 

Procrastinar, palavra difícil de usar, ação comum no dia-a-dia

Procrastinar é quase um palavrão, não acha? Chega a assustar. No entanto, é uma ação tão comum no nosso dia-a-dia que, sem que nos demos conta, estamos conjugando o verbo a todo instante. Deixar para outro dia um ato ou decisão necessário para o seu sucesso sem um bom motivo é mais fácil do que parece. Acontece especialmente quando não estamos seguros sobre o que fazer, temos receio de tomar uma atitude efetiva ou, o que é pior, estamos inconscientemente boicotando nosso próprio crescimento e futuro.

Tenho conversado com várias pessoas que se queixam de não ter tempo ou condição para fazer uma coisa ou outra ou para tomar uma decisão que possa mudar uma condição complicada da vida. Eu também me vejo nessa algumas vezes, me envolvendo em tarefas que podem ser perfeitamente executadas por outras pessoas e deixando de lado aquilo que é essencial para que os projetos andem na direção correta.

Por que será? É preciso parar para pensar naquelas pequenas desculpas que arranjamos para a não-ação e tentar eliminá-las rapidamente sob o risco de perder um tempo precioso e construtivo.

Penso que podemos começar pensando se realmente sabemos o que estamos buscando. Muitas vezes nosso empenho fica comprometido porque não sabemos exatamente o que queremos. Sem isso, qualquer rumo que você decida tomar pode levar a lugar nenhum. Claro que é difícil admitir que você não sabe o que quer. Esse sentimento pode estar enterrado no seu pensamento sem que você realmente o perceba. Você decidiu que vai trocar de emprego, diz para seus amigos que vai fazer isso e no entanto não preparou nem seu currículo? Será que você realmente quer mudar? Será que a perspectiva de enfrentar um novo começo não está deixando você inseguro? Ou, quem sabe, ao conversar com seu travesseiro à noite você não diz para si mesmo que é melhor ficar onde está porque aí você sabe o que esperar, mesmo que seja ruim?

Entretanto, algumas vezes você não tem escolha. Por exemplo, não fez o movimento de mudar de emprego e foi demitido. Claro que tem que buscar outro, você não pode ficar sem trabalhar e ganhar seu dinheiro. Faz uma ou outra tentativa fraca e quando as primeiras fracassam, você começa a desconfiar que não é capacitado, que não vai arranjar nada de bom, que o mercado não quer mais saber de você. Aí, entra numa espiral autodepreciativa que só leva para o fundo do poço. Você sabe que para começar, tem que atualizar seu currículo, mas não dá nem uma lida no texto, não faz uma reflexão sobre seus conhecimentos e experiências não registrados nele. Sabe que a busca de um novo emprego exige planejamento e disciplina, sabe também que precisa fazer contatos. Entretanto, se envolve na reforma da casa, no conserto do carro, fica doente, entra na briga do condomínio, qualquer coisa que o deixe muito ocupado para dizer para você mesmo que não teve tempo de fazer uma ou outra coisa.

Captura de Tela 2014-09-03 às 12.45.48Está se identificando? Pois saiba que está procrastinando. Então saia dessa rapidamente. Vá tomar as rédeas da sua vida outra vez. Faça uma lista de tarefas, determine uma hora para cuidar de cada assunto, esqueça aqueles trabalhos que não precisam da sua presença. Marque encontros com pessoas que possam lhe trazer benefícios nesse momento, envie emails para outros, estude as possibilidades de trabalho em empresas fora da sua área de conforto, faça um curso que realmente possa suprir uma falha do seu currículo.

Veja, esse raciocínio vale não apenas para seu trabalho, serve para adiar o fim de relacionamentos destrutivos, serve para mudar de casa ou de cidade, enfim, serve para qualquer situação que envolva mudanças importantes na sua vida. Você adia a decisão por não ter certeza de que quer realmente mudar. Você pode usá-lo para enfrentar tarefas aborrecidas, mas necessárias, aquelas que um subordinado que não faz mais parte da sua realidade fazia para você.

Decida fazer o que tem que ser feito! Se estiver muito preguiçoso – esse é um efeito colateral da procrastinação -, comece um programa de ginástica ou caminhadas para produzir endorfinas que lhe darão energia e diminuirão o stress. Faça exercícios também para baixar a tensão, se estiver muito agitado. Mantenha sua mente num estado positivo, não pense em fracasso, pense em vitórias e convença você mesmo que procrastinar é apenas um palavrão que nada tem a ver com você.


Sucesso exige esforço, não se iluda!

Quem não conhece aquele cara que parece dar certo em tudo o que faz? Ela está à frente de colegas mais antigos na hora da promoção, é sempre bem cotado nos processos de avaliação, recebe elogios de toda a cadeia de poder da empresa, enfim, é um sucesso! Dá uma pontinha de inveja, por mais bem intencionado que você seja, faz você se perguntar o que ele tem que você não tem? Afinal, você é tão qualificado como ele, dedica-se igualmente ao trabalho, por que seus resultados não são tão bons?

Talvez seja porque ele lida melhor e mais focado em seus objetivos do que você. Para começar, ele certamente tem uma clara noção do que quer no curto, no médio e no longo prazos. Ele age buscando atingir metas definidas que o levem exatamente aonde pretende chegar, seja na presidência da empresa na qual vocês trabalham, seja num posição semelhante em outra. Além disso, ele  tem confiança na possibilidade de atingir seus objetivos. Sem essa auto-confiança fica difícil convencer os outros a apostar em você, a acreditar que você é capaz de “chegar lá”.

Por outro lado, ele concentra esforços naquilo que é importante para seus objetivos, não perde tempo em iniciativas fora desse contexto. Todos os treinamentos que faz, as participações em seminários e eventos setoriais, o trabalho em grupos específicos sempre são degraus para ele subir. Nada de fazer um curso de informática ou de técnicas de venda, se o que ele busca não tem nada a ver. Claro que conhecimento nunca é demais, mas é muito melhor se acrescentar qualificações necessárias à sua carreira, então não perca tempo com o que não é aproveitável.

Ele é também, realmente comprometido com o que faz, tanto do ponto de vista profissional como pessoal e emocional. Ele acredita, deseja, busca incessantemente seus objetivos. Não fica mudando de opinião sobre o que deseja a cada tropeço, é obstinado na sua busca e usa essa obstinação para manter-se no caminho escolhido. Claro que isso não faz dele um idiota inflexível, ele é perfeitamente capaz de reconhecer que tomou um caminho errado e refazer a trajetória, se isso for necessário.

Obviamente, ele é e é reconhecido como um bom caráter, pois os que fazem sucesso sem ética não conseguem manter essa situação por muito tempo. Além de tudo e principalmente, ele gosta do que faz, percebe e aprecia os resultados decorrentes de seus esforços, desfruta cada vitória.

Você pode ter isso também, só precisa começar.