Sobre Inteligência Emocional

Andei pensando nas competências que são cada vez mais importantes no mercado de trabalho e resolvi sugerir que você descubra como vai sua inteligência emocional. Não chega a ser um teste, apenas algumas perguntas, para você ter o tema em mente. Quer descobrir? Veja abaixo. Se a maioria das respostas for SIM, tudo bem. Se forem NÃO, é hora de começar a trabalhar no assunto.

O assunto não surgiu do nada na minha cabeça. Percebi que qualquer artigo que trata do futuro do trabalho cita Inteligência Emocional como um dos fatores críticos para o sucesso dos profissionais e também das empresas.

No momento, não tenho em mãos uma pesquisa confiável, mas quero acreditar que o sucesso de ambos está diretamente ligado à forma com que as pessoas se entendem no ambiente de trabalho e, em consequência, conseguem trabalhar melhor juntos.

foto Markus Spiske

Por outro lado, nos treinamentos de liderança e gestão dos quais participei, preparados a partir do pensamento mais moderno sobre o tema, um dos pontos mais ressaltados é o poder que a motivação tem para aumentar a produtividade das equipes, muito maior que atitudes autoritárias e distantes. Entender seus liderados demanda muita inteligência emocional, então se você já está ou quer estar numa posição de comando, precisa desenvolver muito essa competência.

Foto de capa de Alex Iby

Vera Gobetti ensina o caminho das pedras para ser feliz e realizada na profissão

Se você é uma mulher moderna, atualizada e profissional, não pode perder o II Fórum Mulheres em Destaque, que acontece dias 24 e 25 de outubro, no Fecomércio, em São Paulo. O evento vai discutir o papel da liderança feminina no mercado de trabalho, seu empreendedorismo e perseverança, na busca por posições e competências de destaque.

Dentre as grandes profissionais que trocarão experiências em workshops inovadores, está Vera Gobetti, executiva de Recursos Humanos com mais de 25 anos de experiência em empresas multinacionais como BSH Home Appliances, Robert Bosch e Ericsson Telecomunicações, trabalhando com todos os sub-sistemas de RH. Graduada em Letras e Psicologia, Vera atua como consultora na área de desenvolvimento organizacional e humano, dando suporte às organizações em planejamento estratégico, com ênfase em desenvolvimento de liderança e planos de sucessão.

Seu tema no II Fórum Mulheres em Destaque é a Formação e Capacitação de Executivas no Mundo Corporativo. “Abordarei o tema com um breve histórico do percentual de mulheres no mundo executivo, sua evolução e as principais exigências de formação e desenvolvimento que as organizações impõem no decorrer do tempo”, conta a palestrante.

Segundo a especialista, adaptabilidade, flexibilidade, negociação constante, foco em resultados e em desenvolvimento de pessoas são algumas das competências exigidas e cobradas das mulheres dentro das organizações. “Faremos uma breve reflexão sobre em qual cenário estamos vivendo estas demandas empresariais e cruzaremos as informações com as demandas pessoais e familiares, que também farão parte do tema central de minha apresentação, sempre com o enfoque na necessidade de adequação das exigências e competências à realidade de cada empresa e ao worklife balance, tão difícil de ser administrado nos dias atuais”, finaliza.

Participe no dia 24 de outubro, às 16 horas, do Painel de Pessoas – Gestão e Retenção de Talentos Femininos, no II Fórum Mulheres em Destaque.

Fórum “Mulheres em Destaque” (evento fechado)
Data: 24 e 25 de outubro de 2012, das 8h30 às 18h
Local: Centro de Eventos Fecomércio
Rua Plínio Barreto, 289 – Bela Vista – São Paulo
Inscrições e informações: http://www.forummulheresemdestaque.com.br/
Participação integral: R$ 620 (até 17 de outubro) ou R$ 800 (após essa data)
Participação parcial: R$ 440 (até 17 de outubro) ou R$ 530 (após essa data)

Responda para si mesmo: quem é você?

Uma das coisas mais difíceis que temos para enfrentar no vida profissional é o momento de realmente saber quem somos. Não estou falando aqui daquele discurso formatado segundo as regras de marketing pessoal, estou falando daquele instante no qual você precisa ser totalmente realista a seu respeito e a respeito de suas habilidades e aptidões. Para qualquer pessoa, em qualquer circunstância, podemos mentir um pouquinho, omitir algumas verdades, exagerar nas coisas boas, mas se fizermos isso para nós mesmos perderemos uma oportunidade valiosa de crescer e desenvolver melhor nossas habilidades.

Para iniciar o processo, examine com realismo quais são suas maiores aptidões. Preste atenção para não exagerar e achar que é o Batman ou a Mulher Maravilha. Todos temos algumas, veja bem, algumas, aptidões de destaque. Lembre-se que outras pessoas terão aquelas que você não tem, o que dá espaço para a colaboração e o trabalho conjunto. Saiba, portanto, exatamente aquilo que você faz muito bem, aprimore essas capacidades naturais, reforce-as, faça com que os outros percebam que você é ótimo nisso ou naquilo.

Também é necessário que você analise como são suas atitudes comportamentais, pois hoje em dia elas ganharam muita importância e são fundamentais para o sucesso. Por exemplo, você precisa saber se tem capacidade de liderança, facilidade de comunicação e capacidade de mobilizar os outros em torno de uma ideia antes de buscar uma posição de chefia. Se não tem a atitude comportamental adequada a uma posicão, busque alternativas nas quais você se sairá melhor.

Não esqueça nem por um momento que não só de competências comportamentais se faz um bom profissional. Você pode ser o melhor em comportamento, vivência, comunicação, atitude, mas nada disso servirá se for incompetente tecnicamente. Tenha clareza sobre sua capacidade técnica e coragem para admintir que não tem suficiente backgound técnico para uma determinada posição. Não que isso seja motivo de desistência e sim, que seja motivo para você buscar uma maior especialização.

Enfim, não pense que o tempo gasto nesse processo de auto-análise é desperdiçado. Pelo contrário esse tempo lhe trará ganhos significativos no futuro quando você atingir uma posição destacada, onde suas habilidades, seu conhecimento técnico e seu comportamento ficarão evidentes para todos.