Sobre Inteligência Emocional

Andei pensando nas competências que são cada vez mais importantes no mercado de trabalho e resolvi sugerir que você descubra como vai sua inteligência emocional. Não chega a ser um teste, apenas algumas perguntas, para você ter o tema em mente. Quer descobrir? Veja abaixo. Se a maioria das respostas for SIM, tudo bem. Se forem NÃO, é hora de começar a trabalhar no assunto.

O assunto não surgiu do nada na minha cabeça. Percebi que qualquer artigo que trata do futuro do trabalho cita Inteligência Emocional como um dos fatores críticos para o sucesso dos profissionais e também das empresas.

No momento, não tenho em mãos uma pesquisa confiável, mas quero acreditar que o sucesso de ambos está diretamente ligado à forma com que as pessoas se entendem no ambiente de trabalho e, em consequência, conseguem trabalhar melhor juntos.

foto Markus Spiske

Por outro lado, nos treinamentos de liderança e gestão dos quais participei, preparados a partir do pensamento mais moderno sobre o tema, um dos pontos mais ressaltados é o poder que a motivação tem para aumentar a produtividade das equipes, muito maior que atitudes autoritárias e distantes. Entender seus liderados demanda muita inteligência emocional, então se você já está ou quer estar numa posição de comando, precisa desenvolver muito essa competência.

Foto de capa de Alex Iby

Criatividade, empatia e coragem são as habilidades do futuro – Parte II

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.47.53.pngNum mundo em que teremos que viver não apenas com nossos semelhantes humanos, mas com robôs e trans-humanos, empatia passa a ser uma habilidade obrigatória para quem sabe que colaboração será fundamental para encontrarmos saídas para a humanidade.

E, afinal, o que é empatia? Empatia é uma capacidade psicológica de colocar-se no lugar do outro, compreender sentimentos e emoções que possam estar sendo vivenciados por outra pessoa. Significa ser capaz de realmente ouvir o que o outro tem a dizer com total atenção, interpretando não apenas a fala mas os gestos não verbais que a pessoa lhe traz.  Significa também demonstrar,  confirmar que está compreendendo os sentimentos e aflições do outro.

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.49.37A empatia é o que leva as pessoas a colaborar umas com as outras, a construir juntas.  Auxilia na compreensão de comportamentos, ideias, sonhos, a maneira que o outro toma as decisões e o que é negociável ou não.

Ser empático é se identificar com outra pessoa, ser capaz de imaginar o que ela está pensando ou sentindo a respeito de um assunto ou circunstância. É algo extremamente poderoso para líderes ou para pessoas que trabalham em colaboração com outras. Quanto mais empáticos forem os componentes de um grupo, mais fácil e melhor sucedido ele será.Captura de Tela 2017-09-21 às 14.50.24

E se você não desenvolveu ainda essa capacidade? Bem, existem maneiras de se tornar mais empático. A primeira coisa a fazer é se tornar mais flexível e aberto a pessoas e coisas que têm características diferentes das suas. Busque diferenças e treine conviver com elas e perceber no que elas se diferenciam de você. Veja com curiosidade e tolerância, sem reprovar.

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.55.14Tente ser agradável, mesmo em circunstâncias que não sejam muito a sua cara, pense no quanto o momento pode estar sendo apreciado pelo outro. Obviamente você não precisa obrigar-se a gostar de música funk só para agradar seu amigo, mas tente relaxar e ficar ao lado dele mesmo assim. Se ele souber que você não gosta e mesmo assim está ali com ele, provavelmente vai sentir-se feliz em ir com você ao balé.

 

Deixe de lado conceitos e palavras que fazem sentido somente para você e especialmente suas verdades absolutas, mesmo porque elas não são reais. Esforce-se para transmitir a essência por trás das palavras, mesmo que tenha que adaptar sua linguagem para a compreensão do outro. Confirme se ele entendeu e se não, repita de outra maneira a mesma ideia.

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.48.27Lembre-se que a chave para um processo empático acontecer é a confiança que você tem em si mesmo e no outro. Sem confiar, sabendo que você possui suas forças e fraquezas e o outro também não tem como estabelecer uma relação verdadeira.

Como você pode concluir dessa conversa toda, o primeiro passo para estabelecer boas relações e construir alianças sólidas capazes de garantir um futuro mais produtivo é o respeito aos outros seres humanos. Sem ele viveremos em guerra permanente e em direção ao fim da nossa civilização.